A Cooperativa Agroindustrial de Mandaguari (Cocari) realizou na véspera do feriado prolongado seu Dia de Campo de Café, quando reuniu cerca de 200 pessoas na Associação Atlética Cocari (AAC) e Centro Tecnológico (CT) da cooperativa para conhecerem as novidades em tecnologia e manejo das lavouras para altas produtividades. Mandaguari é um dos maiores produtores de café do Paraná e muitas das lavouras se dedicam à produção de café de alto padrão.

A expectativa para produção de café neste ano é boa, apesar de não ser ano de safra cheia. As estimativas da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) apontam para redução nos números em virtude do ciclo bianual. "O que temos visto na região traz expectativas de que tenhamos uma ótima produção", ressaltou presidente da Cocari, Vilmar Sebold, comentando que nos últimos dez anos os produtores tiveram de reaprender a cafeicultura, desde plantar, cultivar até colher. "Não temos a abundância de mão-de-obra que tínhamos no passado, então precisamos ser tecnicamente competitivos, para termos o custo reduzido em função de produtividade, com diluição dos custos fixos. Mas temos uma região abençoada, com altitude e clima propícios para café de qualidade", ponderou.

Viabilidade financeira

As orientações e demonstrações aplicadas nos campos experimentais tiveram foco na viabilidade financeira, na rentabilidade da atividade, destacando o interessante retorno econômico que o café traz em comparação a outras culturas, principalmente em pequenas áreas.

A ocorrência de pragas e doenças é fator que diminui o retorno financeiro ao produtor. No dia de campo, engenheiros agrônomos salientaram formas de manejo e condução das plantas que favorecem o desenvolvimento saudável da lavoura e possibilitam o bom retorno econômico.

Melhor cafezinho
Durante o evento foi realizado o Festival da Coada. Com 11 participantes, o concurso premiou a produtora Márcia Bento Ricardo, de Mandaguari, que agradou a comissão avaliadora com o melhor cafezinho do dia.

A campeã destacou que a preparação de uma boa coada começa na escolha de um bom café, a torra dos grãos não pode passar do ponto, depois vem a moagem, enquanto o carinho no preparo completa a receita de sucesso.


Participe e comente