As previsões de setembro indicam que a safra brasileira de grãos aumentará tanto em relação ao volume da produção quanto ao total da área plantada. Segundo dados divulgados na semana passada, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a produção total de cereais, leguminosas e oleaginosas será 1,1 milhão de toneladas, alta de 0,5% em relação à previsão de agosto.

Os dados fazem parte do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola de setembro e indicam também que a área plantada será de 143,6 mil hectares, neste caso alta de 0,2% em relação a agosto.

As estimativas de setembro, segundo o IBGE, confirmam que o País terá este ano a maior safra de sua história, com produção de cereais, leguminosas e oleaginosas atingindo 242 milhões de toneladas, o que representa alta de 30,3% (equivalente a 56,2 milhões de toneladas) em relação a 2016, quando a safra foi de 185,8 milhões de toneladas no total. Já a estimativa da área plantada passou de 57,1 milhões de hectares em setembro de 2016 para 61,2 milhões de hectares no mesmo período deste ano, um crescimento de 7,3%.

Os dados confirmam a importância das culturas da soja, do milho e do arroz para a safra nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas. Os três principais produtos da safra brasileira de grãos representam 93,7% da estimativa da produção e 87,9% da área a ser colhida no período.

Participe e comente