A estimativa do Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) de 2017 com base em informações do mês de setembro é de R$ 535,42 bilhões, revelando crescimento de 2,1% sobre o valor estimado em setembro de 2016, R$ 524,49 Bilhões. O aumento foi impulsionado pelo resultado das lavouras, que tiveram aumento de 6,3 % , em termos reais (descontada a inflação do período), enquanto na pecuária, houve redução de 5,9 %.

Na composição do VBP, lavouras geraram R$ 365,88 bilhões, 68,3% do total, e a pecuária, R$ 169, 53 bilhões, 31,7% do total. Como o ano civil está quase encerrado, pequenas alterações até o fim do ano são esperadas, segundo José Garcia Gasques, coordenador-geral de Estudos e Análises da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Destacaram-se em termos de aumento de valor, o algodão herbáceo, 74,4%; cana-de-açúcar, 33,4%; mandioca, 91,1%; milho, 14,6%, e uva, 49,3%. Os destaques devem-se principalmente aos preços alcançados, embora o milho esteja obtendo tal resultado com aumento de 47% da safra, sobre 2016. O crescimento se deve ao aumento da segunda safra, que foi de 65,2%.

Participe e comente