O País exportou 67 bilhões de dólares a mais do que importou no ano passado e o setor do agronegócio foi mais uma vez decisivo para esse superávit, o maior dos últimos 29 anos, quando teve início a série histórica, segundo dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

Produtos industrializados, entre os quais a carne de frango, apresentaram expansão de 9,4% frente aos números de 2016. O setor industrial avícola, em relação ao qual o Paraná lidera, tem participação cada vez mais significativa nas exportações brasileiras, comercializando seus produtos para cerca de 150 países. Em 15 anos, o Brasil aumentou sua presença no comércio internacional de carne de frango em quase 30%. A informação é da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) observando que atualmente quase 40% da exportação mundial saem do Brasil.

É nesse ambiente de crescimento, otimismo e confiança em 2018 que Maringá, um dos principais polos da avicultura estadual, começa a contagem regressiva para a realização de um dos maiores eventos do setor no País: o IX Encontro Técnico Avícola, de 24 a 26 de julho no espaço Vivaro.

Promovido a cada dois anos pela Integra e o Sindiavipar (Sindicato de Produtos Avícolas do Estado do Paraná), o Encontro terá programação de palestras e debates, com a presença de especialistas, além de área comercial, em que empresas ligadas ao setor estarão expondo seus produtos, serviços e promovendo relacionamento com o público estimado em cerca de 800 participantes.

O espaço de eventos Vivaro é o antigo Excellence, que já comportou o Encontro em outras oportunidades e, em 2017, foi reestruturado para oferecer ainda maior comodidade. (Flamma)


ZONA DE PRODUÇÃO. Maringá é um dos polos da avicultura paranaense que comercializa seu produtos para cerca de 150 países


Participe e comente