A Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) realiza, nesta terça-feira, cerimônia de posse da nova diretoria que vai compor a gestão da instituição no ano de 2018. A deputada Tereza Cristina (DEM/MS) assume a presidência, no lugar do deputado Nilson Leitão (PSDB/MT), que assumiu a liderança do partido na Câmara dos Deputados. No comando da FPA, Tereza deixa o cargo de vice-presidente, posição que ocupou em 2017.

Em sua gestão, a deputada quer incluir na pauta de discussões políticas públicas mais eficientes ao desenvolvimento do agronegócio nacional, com uma proposta mais consolidada para obtenção de financiamento à produção agrícola no País, bem como novas fontes de renda e investimento aos produtores rurais. "O principal objetivo é reduzir a dependência do crédito agrícola oficial, dando mais estabilidade e fôlego ao setor produtivo que garante o abastecimento e a segurança alimentar de milhares de brasileiros diariamente. Os produtores precisam ter sua renda garantida em detrimento da expressiva produtividade que alcançam", ressalta Tereza Cristina. A deputada também vai dar prioridade à modernização das leis vigentes sobre defensivos agrícolas, licenciamento ambiental e aquisição de terras por empresas brasileiras com maior capital estrangeiro. "Só é possível garantir segurança jurídica e competitividade ao setor se buscarmos modificar a legislação atual. Essa não acompanhou os avanços conquistados ao longo dos anos. São leis defasadas e que travam o desenvolvimento social e econômico do Brasil", disse.

Participe e comente