O Copel Telecom Maringá deu adeus à divisão de elite do vôlei nacional. Na noite desta quarta-feira (30), o time foi rebaixado ao perder para o Juiz de Fora-MG por 3 sets a 1 (parciais de 23/25, 25/22, 25/23 e 25/20) na rodada de encerramento do torneio de repescagem, e viu o adversário ficar com o título e com a última vaga que sobrava para a temporada 2016/2017 da Superliga Masculina.

O torneio de repescagem (ou seletiva), disputado por três equipes, foi realizado no Ginásio da UFJF, em Juiz de Fora. E como os donos da casa e o Copel Telecom venceram o Upis de Brasília-DF, as duas equipes chegaram na última rodada com três pontos e dependendo de um resultado positivo para cravar o primeiro lugar geral.

Os comandados do técnico argentino Horacio Dileo não se intimidaram e partiram para o ataque, equilibraram a partida e venceram o primeiro set. Quando a bola voltou a subir, os maringaenses, com o saque bem encaixado, continuaram superiores. Porém, na reta final do set, o time pecou pela falta de concentração e viu os anfitriões virarem e chegarem à vitória.

Nos dois sets seguintes, a equipe da Zona da Mata manteve o ritmo, soube aproveitar o nervosismo dos visitantes e, no embalo do torcedor, liquidou a fatura.

Com o resultado, os times que têm direito a uma vaga na Primeira Divisão da próxima edição da Superliga foram definidos. Além do Juiz de Fora estão na lista o paranaense Castro, campeão da Superliga B, e os dez primeiros colocados na fase de classificação da edição 2015/2016 da Superliga: Sada Cruzeiro-MG, Taubaté-SP, Campinas-SP, Sesi-SP, Montes Claros-MG, Bento Gonçalves-RS, Minas Tênis Clube-MG, São José dos Campos-SP, Canoas-RS e Novo Hamburgo-RS.

O torneio de repescagem foi um triangular que teve a participação dos dois últimos colocados da fase de classificação da Superliga 2015/2016 - Copel Telecom, 11º lugar, e Juiz de Fora, 12º -  e do Brasília, que chegou até as quartas de final da Superliga B.

Os times se enfrentaram entre si com um jogo realizado por dia, de segunda a quarta-feira, no Ginásio da UFJF. A equipe que somou mais pontos ficou com o título e, consequentemente, carimbou o passaporte para a próxima edição da Superliga "A".

Participe e comente