O Prêmio Jabuti comemora 60 anos em 2018. A maior premiação literária do Brasil está com as inscrições abertas para todas as categorias desde ontem, dia . Os candidatos têm até 28 de junho para realizar as inscrições.

Entre as novidades anunciadas pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), realizadora do Jabuti, estão uma nova categoria, dedicada a ações de incentivo à leitura; e inscrições diferenciadas e mais acessíveis para os autores independentes, dentro do processo de democratização e inclusão do Prêmio Jabuti. Os finalistas de cada categoria serão anunciados pela CBL e a premiação ocorrerá no dia 8 de novembro, às 19h no Auditório do Ibirapuera.

O objetivo do Prêmio é incentivar a leitura entre os brasileiros e, nesse sentido, foi criada uma nova categoria que vai premiar ações, projetos e iniciativas que despertem e sustentem o interesse pela leitura, categoria denominada "Formação de Novos Leitores". Em paralelo, os autores independentes ganham com as mudanças, não só pelo anúncio de uma inscrição mais barata exclusiva para quem não tem editora, mas também por que a entrega dos livros passa a ser realizada em formato digital (PDF), com exceção de algumas categorias técnicas, o que vai baratear o processo também para as editoras.

Democrática

"Estamos atentos à evolução do mercado e consideramos ser muito importante atualizar a premiação para torná-la ainda mais democrática, ágil e inclusiva, prestigiando o mercado e aproximando-a do leitor. Mais do que nunca, nosso foco está voltado ao público final, em busca do nosso grande objetivo, que é a disseminação da leitura entre os brasileiros", explica o presidente da CBL, Luís Antonio Torelli.

As categorias do Prêmio Jabuti foram reorganizadas em quatro eixos principais: Literatura, Ensaios, Inovação e Livro. As categorias foram racionalizadas e qualificadas para que o Prêmio seja ainda mais abrangente e, dentro desse processo, foi criado o eixo "Ensaios", substituindo os gêneros específicos. O livro físico, como objeto, também passa a ser mais valorizado neste processo, uma vez que um dos eixos, o "Livro", é dedicado apenas a premiações que envolvem o produto físico, como "Projeto Gráfico", "Capa", "Ilustração" e "Impressão", novidade que avaliará a qualidade do acabamento da obra. Para as categorias deste eixo, será necessária a entrega do livro físico. Para os demais participantes, apenas em PDF.

Com o objetivo de prestigiar ainda mais os primeiros colocados de cada categoria, a partir de 2018 o Jabuti passa a ter somente um vencedor por categoria. E, por fim, haverá um grande vencedor - Livro do Ano - do Prêmio Jabuti, que poderá ser tanto de Ficção quanto de Não Ficção. Concorrem ao "Livro do Ano" todos os livros vencedores das categorias dos eixos principais "Ensaios" e "Literatura". ///MaxPress


POPULARIZAÇÃO. Luís Antonio Torelli, presidente da CBL: "Mais do que nunca, nosso foco está voltado ao público final, em busca do nosso grande objetivo, que é a disseminação da leitura entre os brasileiros"


Participe e comente