A busca por respostas em um mundo cada vez mais difícil, tem levantado grupos de ajuda espiritual e emocional, em todos os tempos e lugares. A pastora e terapeuta, Alvacir Rachel Duarte de Menezes, é uma dessas pessoas que têm se colocado à frente de um projeto que busca resgatar a paz interior das pessoas. Ela é a fundadora do Projeto Débora – Ministério Mundial de Mulheres em Tempo Apostólico e Profético.

Os grupos se reúnem às quartas-feiras, na Rua 8 de Setembro, no Jardim Alamar, em Maringá, por volta das 20h. O endereço fica em uma casa simples, que foi reformada por universitários que participavam de um trote solidário. "Aqui trabalhamos as crises existenciais e a cura da alma, é uma cirurgia plástica da emoção", diz Rachel.

Ela ainda supõe que esta vivência mais aberta resultaria em uma "explosão de vida", seria a troca de sentimentos negativos por emoções mais saudáveis, como amor, perdão, paciência e alegria. A filosofia dos ensinos tem base bíblica e cristã, explica Rachel: "Morei dez anos nos Estados Unidos ajudando brasileiros que viviam lá, e também participei da fundação de outros grupos, como os Cowboys de Cristo".

A perda do marido, em 1977, em um acidente, a fez buscar resposta em vários lugares. "Eu não conseguia aceitar isso na minha vida, foi então que comecei a estudar a bíblia e entender a razão da existência", conta. O projeto Débora é resultado da busca, das muitas experiências espirituais que Rachel teve nos últimos anos.

"O Projeto Débora é uma proposta de trabalho e compromisso constante de valorização da vida em todos os seus aspectos. Envolve a mente, o intelecto, as emoções, o corpo físico e a vida espiritual de todas as pessoas. Por exemplo, se a pessoa não descobriu ainda a arte de pensar corretamente a respeito de si mesmo, do próximo, dos múltiplos aspectos da vida e de Deus, o seu intelecto não está produzindo eficazmente; sua vida interior, conjugal, familiar, financeira e física, fica sem sentido, prazer e satisfação", explica.

O texto bíblico em uma das cartas de Paulo, no Novo Testamento, é a base de estudo e meditação das Déboras, está registrado no livro de Gálatas 5:22 - "Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão e domínio próprio". Outra referência bíblica está no livro de Juízes, antigo testamento, onde se relata a história de Débora, uma profetiza que legislava pelo povo de Israel, e era exemplo de coragem e determinação.

O projeto Débora tem recebido muitas pessoas. "Precisamos nos entregar uns pelos outros, é na angustia que se faz grandes amigos, precisamos orar uns pelos outros, estar perto, amar incondicionalmente e assim cumpriremos o maior mandamento de Jesus, que é "amar o próximo como a nós mesmos", relata.


DEDICAÇÃO. Alvacir Rachel Duarte de Menezes lidera o Ministério Mundial de Mulheres em tempo Apostólico e Profético, em Maringá – Projeto Débora. — JOÃO PAULO SANTOS


Participe e comente