A demanda das empresas por crédito caiu 0,5% em setembro na comparação com agosto, segundo o indicador da Serasa Experian. Ante setembro de 2014, a queda foi de 14%. Essa retração interanual (relação com o mesmo mês do ano anterior) é a mais intensa desde setembro de 2012. Naquela época, registrou-se retração interanual de 15%. No acumulado do ano, a procura das empresas por crédito diminuiu 0,8%, frente a igual intervalo de 2014.

As mais afetadas pela retração foram as médias empresas, que recuaram 18,6% de janeiro a setembro em relação ao mesmo período de 2014. Na mesma comparação, as grandes empresas apresentaram diminuição de 13,3%, enquanto as micro e pequenas empresas tiveram um pequeno avanço de 0,3%.

Ainda no acumulado do ano ante 2014, a indústria registra a maior queda na demanda por crédito (-7,7%), seguida pelo comércio (-0,9%). O setor de serviços aparece como o único que ainda registra expansão, de 1,1%.

Em nota enviada à imprensa, os economistas da Serasa Experian creditam o resultado às "quedas praticamente ininterruptas da confiança empresarial", ao "aprofundamento da recessão econômica" e às "taxas de juros em níveis elevados".


Participe e comente