No Brasil, o e-commerce é um dos setores varejistas que não para de crescer. Conforme dados do Ebit – que mede a reputação das lojas virtuais por meio de pesquisas com consumidores reais, gerando dados estratégicos e táticas para o mercado online – a movimentação no comércio eletrônico para 2017 foi estimada em R$ 48,8 bilhões, 10% a mais em relação a 2016. Todo esse crescimento e popularidade do comércio online, no entanto, também resulta em consumidores mais exigentes – o que obriga os varejistas a inovar, oferecer novas soluções, tecnologias e melhores experiências de consumo, destaca o empresário do ramo do varejo, Rodrigo Terpins.

Nesse contexto, o Portal IPNews - uma publicação da Comunicação Interativa, e referência em conteúdo jornalístico para os sistemas de Comunicação Convergente – listou cinco tecnologias de pagamento que prometem fazer sucesso em 2018 e melhorar a tão falada experiência do consumidor. Confira.

Pagamento recorrente em débito sem autenticação

Rodrigo Terpins explica que até pouco tempo no Brasil, apenas assinantes com cartões de crédito não precisavam fazer autenticação para realizar um pagamento. Já no caso dos cartões de débito, o consumidor era sempre direcionando para a página do banco emissor, onde ele precisava digitar sua senha e autorizar o pagamento. Isso, contudo, tornou-se um entrave para empresas que querem oferecer uma experiência de cobrança de mensalidades recorrentes “invisível” ao cliente, no débito – e, bem por isso, a modalidade de débito como forma de pagamento não estava sendo oferecida.

A Adyen - empresa líder em tecnologia para pagamentos que oferece uma Plataforma global única – pensando nisso, resolveu inovar e desenvolveu para seus clientes brasileiros, entre eles o Uber e a Netflix, a opção inédita de cadastrar pagamentos com cartão de débito sem que seja necessário a autenticação.

“Isso foi possível graças à plataforma tecnológica da empresa, que baseia suas estratégias de combate a fraudes no tratamento inteligente de um alto volume de dados”, escreveu o IPNews.

Pagamento por aplicativos

Atualmente, segundo dados globais da Adyen de outubro de 2017, cerca de 52% das compras online são feitas por dispositivos móveis – o que é uma boa oportunidade para os varejistas de alavancar suas lojas in-app. Essa tecnologia proporciona o consumidor a realizar o pagamento em uma plataforma acessível e intuitiva, reporta Rodrigo Terpins. E os varejistas que fazem uso dela já sairão na frente em 2018 e terão maiores chances de fidelização do cliente, ressaltou o Portal IPNews.

Atualização automática dos dados de cartões

Caso o consumidor perdesse ou tivesse o cartão roubado e precisasse cancelar a sua assinatura e emitir um novo cartão, tinha também que refazer seus cadastros em sites, apps e plataformas de e-commerce. Agora, contudo, a Adyen lançou uma nova tecnologia de atualização automática de dados, chamada de Account Updater, que simplifica esse processo, destaca Rodrigo Terpins.

“Ela elimina a necessidade de recadastramento dos dados de pagamento por parte do cliente. Agora, esse processo pode ser feito diretamente pelos e-commerces clientes da Adyen, que manterão as informações dos dados de cartão nas bandeiras Visa e Mastercard, sempre atualizadas. Isso evita o churn involuntário, interrupções ou atrasos na entrega de produtos e serviços para os consumidores, que muitas vezes têm suas assinaturas canceladas ou suspensas por falta de dados atualizados”, explicou o IPNews.

Carteiras digitais

Além de cartões de crédito, débito e boleto, outra forma de pagamento que vem crescendo hoje em dia são as carteiras digitais. Um exemplo é o Pagar com Google, que permite que o consumidor faça compras com um único toque em dispositivos móveis que operem com Android ou em navegadores Chrome - ou seja, sem precisar inserir repetidamente as informações de pagamento ou endereço de entrega. Rodrigo Terpins ressalta que esses dados podem ficar armazenados em um perfil digital do usuário no sistema do Google.

Inteligência de dados

De acordo com o Portal IPNews, “os hábitos de pagamento são uma fonte valiosa de dados para aumentar conversão, melhorar experiência de compra e alavancar negócios”. “Inteligência em tratamento de dados é a chave para gerar mais conversões e, consequentemente, para que os consumidores tenham uma experiência melhor com suas transações aprovadas”, concluiu a publicação.



Website: http://www.rodrigoterpins.com.br

Participe e comente