Como fazer uma empresa em vias de fechar virar um negócio de alcance internacional com faturamento de mais de sete dígitos ao ano e com clientes com poder de compra de mais R$3,5 bilhões por mês? A resposta está com a dupla de empresários Roberto Niwa Camilo e André Pereira Rodrigues, que desde 2014 apostaram em um segmento que ainda está em expansão no Brasil: o clube de vantagens. "Optamos por este modelo porque identificamos que esse é um nicho promissor em períodos de crise. Durante esses tempos de incerteza, as pessoas não dispõem de muito dinheiro e fazem escolhas mais racionais na hora da compra. Em outros programas de relacionamento, como sistema de pontos, é necessário gastar muito para acumular pontos e resgatar os prêmios, que nem sempre são úteis para o dia a dia. Com um clube de benefícios, a vantagem vem logo no ato da compra. O consumidor escolhe aquilo que quer e tem o desconto na hora. É uma vantagem instantânea", ressalta Camilo.

Assim surgiu o Markt Club. No início, possuía apenas sete mil filiados, provenientes da aquisição de uma empresa que fazia gestão de convênios para entidades de classe e passava por dificuldades. Pouco mais de 4 anos depois, já são cerca de 300 mil associados, um impressionante crescimento de 4.285%. A rede, antes composta de menos de 120 lojas parceiras pelo país, agora tem mais de 7.000 endereços de atendimento em todo o mundo. Fazem parte desse seleto clube Casas Bahia, Ponto Frio e Extra, Fast Shop, Volvo Cars, General Mortors do Brasil, Meliá Hotéis e Resorts, Fisk, Priority Pass, Grupo Kroton de Educação, Universidade Presbiteriana Mackenzie, Viajanet, Rubaiyat entre outros. "Entendemos que gerenciar convênios é pouco. Os clientes precisavam de confiança na operação. Isso quer dizer um sistema intuitivo, bom atendimento, régua operacional prática e retorno de 100% nos contatos dos usuários. Nossa rede foi construída pensando em nossos membros, então, as nossas empresas credenciadas são indicadas pelos próprios interessados. São eles que nos informam o que precisam", explica Rodrigues.

O resultado dessa estratégia pode ser conferido em números. A empresa não abre seu faturamento, mas confirma que faturou mais de 7 dígitos nos últimos 12 meses e já tem mais do dobro de rendimento previsto em contratos assinados para os próximos 12 meses. Atualmente, está avaliada em mais de R$ 10 milhões. "Logo no começo, tive de vender meu carro, me desfiz de móveis da minha casa e ainda dava aula para manter as contas em dia e não atrasar o pagamento dos meus funcionários. Trabalhei oito meses sem retirar um só Real da empresa. No meio desse caminho minha esposa ficou grávida e um dos momentos mais marcantes foi quando tive que montar o enxoval do meu filho. Faltando cerca de um mês para ele nascer, vendi um relógio que tinha ganhado de presente para um joalheiro por 1/3 do preço de mercado para conseguir comprar o mínimo que ele precisava para nascer com dignidade. Recebi em cheque, fiquei com medo de voltar e ficar sem nada. Foi uma trajetória difícil, mas valeu a pena", avalia Roberto Camilo.

O negócio parece simples. Grandes empresas e entidades de classe contratam a Markt Club para oferecer esta rede descontos aos seus clientes e associados. As empresas parceiras oferecem descontos em troca de divulgação de sua marcar para uma base grande e com alto poder aquisitivo, como são os casos dos servidores das Agências Reguladoras, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Supremo Tribunal Federal, Receita Federal, Controladoria Geral da União, ABIN e clientes de empresas como a Bancorbrás Turismo. Um modelo em que todo mundo ganha: quem contrata o clube de vantagens ganha em relacionamento com seu público por oferecer um atendimento especializado, pesquisa de consumo e dados cadastrais sempre atualizados; o usuário ganha em descontos, muitas vezes sendo maior do que o valor que ele investe para ser cliente ou filiado à alguma entidade de classe; e o lojista ganha porque aumenta suas vendas sem ter que investir. "Temos creches que oferecem até R$ 600,00 de desconto na mensalidade. Vendemos mais de 50 carros em apenas um mês. Em 2017, conseguimos que um dos nossos lojistas/fornecedores faturasse mais de R$ 400.000,00 sem derramar uma só gota de suor", destaca Camilo. Para João Oliveira, diretor comercial da Volvo Cars do Brasil, o Markt Club se mostrou uma eficiente ferramenta de marketing e relacionamento. "Além de aumentar nossas vendas, pois ajuda a prospectar clientes, ainda nos permite conhecer melhor o comportamento do mercado. Assim, podemos sempre implementar nosso mix de ofertas e melhorar, cada vez mais, o nosso atendimento", afirmou o executivo.

Para os empresários, não há nenhuma fórmula mágica para ser bem-sucedido em um setor. Há planejamento, dedicação e muita seriedade. "Ninguém consegue atender clientes como os nossos se não for extremamente sério no que faz. São carreiras extremamente exigentes no que se refere a profissionalismo e comportamento ético. Credibilidade e vontade de servir têm sido nossas marcas mais fortes. Empresas e Entidades acreditaram em nosso projeto e fazemos o possível para retribuir", garante Camilo, que tem o DNA de empreendedor. Além do Markt Club também é um dos sócios da primeira unidade da rede de academias Bluefit e está em processo de abertura de outras duas novas empresas. "Sempre busco por novos empreendimentos. É nos períodos de crise que devemos nos movimentar mais, criando oportunidades e gerando empregos. E foi o que fizemos, quando resolvemos investir em um clube de vantagens. Percebemos, ali, um potencial de crescimento exponencial. O resto foi consequência de um trabalho árduo que continua diariamente", finalizou.

Website: http://www.marktclub.com.br


Participe e comente