Os mercados globais seguem em compasso de espera pela decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), no período da tarde desta quarta-feira, 13. No caso do Ibovespa, que abriu rondando a estabilidade, a tendência de queda acabou prevalecendo, diante da entrada de investidores estrangeiros no mercado acionário local, a partir das 10h30, mais notadamente na ponta vendedora.

As negociações ocorrem ainda sob influência técnica do vencimento de Ibovespa Futuro.

Às 10h39, o Ibovespa recuava 0,64%, aos 72.286,37 pontos.

O banco central norte-americano deve elevar nesta quarta os juros básicos nos EUA para o intervalo entre 1,75% e 2,0% ao ano, conforme amplamente esperado. Caso confirmada, esta será a segunda alta dos Fed Funds no ano.

As atenções estarão principalmente voltadas à atualização das projeções econômicas e à entrevista com o dirigente da instituição, Jerome Powell, às 15h30, em buscas de pistas sobre se o cenário de três altas até o fim do ano segue como o mais provável.

Na terça, 12, dados da economia norte-americana estimulavam a hipótese de um quarto aumento dos juros no país em 2018.


Participe e comente