Renata Araújo trabalhava em agências formais em Maringá quando percebeu a demanda dos consumidores por atendimento personalizado, com direito a horários flexíveis, visitas aos fins de semana, em casa, contato por WhatsApp, entre outros. Há nove anos, ela aproveitou a carteira de clientes fiéis que tinha e o bom relacionamento com operadores de viagem e abriu a Renata Araújo Turismo.

Não demorou para Renata descobrir que tinha mesmo uma veia empreendedora e perfil objetivo. Mesmo trabalhando em casa, ela sempre conseguiu deixar de lado os afazeres domésticos e as demandas menos importantes dos filhos, para dedicar-se exclusivamente ao trabalho nos momentos dedicados a esse fim. O resultado é uma renda dez vezes maior do que quando era funcionária de agências de turismo.

Ao longo dos anos, ela reforçou a confiança dos clientes que ela já "carregava" de uma agência a outra quando era empregada, e que seguiram com ela na fase empreendedora, e vem conquistando espaço. Por causa da grande demanda, ela só atende os clientes fixos e os de indicação e, mesmo assim, só ano passado ficou em sexto lugar no Brasil em volume de vendas no ranking de uma operadora – ganhou uma viagem para as Bahamas.

O grande atrativo do serviço de Renata é a alta personalização do atendimento. Para se ter ideia, muitos cedem procurações para que ela resolva todas as questões relativas à viagem. Para alguns, ela até troca cheques e entrega os dólares ou euros. "Eles só têm que se preocupar em viajar", diz.

É sobre a característica mais evidente do negócio, a personalização, que Renata investe mais. "Minha maior preocupação é qualidade do meu atendimento. Acredito que seja por isso, por focar no que tenho de melhor, que tem dado tudo certo", comenta.

Diretrizes

Renata acerta quando decide investir no que tem de melhor, em vez de focar na correção de pontos fracos. Pelo menos, é essa a postura empreendedora recomendada pelo programa Sebrae Mulher, do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Segundo a consultora do Sebrae Vânia Paula Cruz Claus, o programa Sebrae Mulher é pautado na teoria dos pesquisadores em administração Marcus Buckingham e Donald Clifton, que prega a descoberta dos pontos fortes dos indivíduos e a concentração de esforços neles, negando as teses sobre a necessidade de se focar na melhoraria dos pontos fracos.

"Em vez de correr atrás dos pontos fracos para nos tornamos boas naquilo, podemos potencializar o que já é bom para que fiquemos excelentes. O que uma mulher, por exemplo, tem de ponto fraco pode sanar com outros integrantes na equipe que tragam outras qualidades", explica.

Antes de trabalhar nos pontos fortes, as mulheres – bem como todas as pessoas – precisam identificá-los. Para começar essa descoberta, é preciso reconhecer características próprias às mulheres e trabalhar nelas. Assim como Renata, citada no início do texto, uma das posturas que ajudam a obter sucesso como empreendedora é aprender a deixar de lado a preocupação exagerada em dar conta de tudo o tempo todo. "A mulher é muito perfeccionista. Mas na hora do trabalho é preciso ser boa profissional, não boa mãe ou dona de casa", diz Vânia.

A gestão do tempo ajuda na missão de se concentrar em uma tarefa por vez – o que ajuda na descoberta dos pontos mais fortes. Nesse sentido, o Sebrae Mulher sugere alguns métodos, entre eles o que ensina a dividir o tempo em porções. "Tenho 100%. Preciso definir quanto por cento vou dedicar ao trabalho, quantos por cento para o lazer. Só temos 24 horas e não tem outro jeito", ensina Vânia.

Entender que é preciso deixar a emoção de lado na hora de tomar decisões também colabora para a clareza do tipo de perfil empreendedor e sucesso nos negócios.

"É preciso ser racional, objetiva. Entender que não se pode ser ótima em tudo o tempo todo, além de gerir melhor o tempo, ajuda a ser mais racional nas decisões e a potencializar os pontos fortes", acrescenta Vânia.


MUDANÇA. Renata Araújo deixou de ser funcionária para abrir o seu próprio negócio: rede de contatos ajudou. — FOTO: JC FRAGOSO

Participe e comente