Neste momento, a tecnologia de livros-razão distribuídos (conhecida pela sigla em inglês DLT – Distributed Ledger Tecnology) começa a despontar como a nova fronteira - mercados que nunca existiram antes e surgem principalmente em decorrência de uma nova onda tecnológica.

Ela permite que transações sejam registradas com segurança e justiça por meio de uma plataforma que certifica que esse registro reflete a realidade de um fato. A primeira geração bem-sucedida dessa tecnologia, chamada blockchain, é a base na qual foi desenvolvido o Bitcoin, uma moeda virtual criptográfica.

Isso pode parecer complicado em um primeiro instante, mas essa tecnologia permite que transações sejam realizadas sem a necessidade de um intermediário que assegure sua veracidade e validade.

Os benefícios são gigantescos: liberdade de transações, redução de custos de segurança e de execução de contratos, transparência, entre outros.

Ela deverá impactar áreas extremamente sensíveis e relevantes: governos, bancos, cartões de crédito, corretoras de seguros e de valores mobiliários, cartórios, imobiliárias, editoras, etc.

Isso exigirá pessoas capazes de compreender essa tecnologia e como ela afeta cada ramo de negócio e os governos. Esta é a oportunidade para profissionais estratégicos dos setores mencionados acima, por exemplo.

Entretanto, a base de desenvolvimento dessa tecnologia exigirá a formação maciça de especialistas de computação capazes de desenvolvê-la e aplicá-la: cientistas de dados, analistas de segurança da informação, desenvolvedores de softwares high-end e especialistas em transformação digital, entre outros.


Participe e comente