Com um gol logo no início de cada tempo da partida, o Maringá FC fez o dever de casa e garantiu a vitória necessária para levantar a taça de campeão da Série B do Campeonato Paranaense no domingo (16). Assim como o União – adversário do Maringá no último jogo – o tricolor já tinha a vaga garantida para a elite do futebol paranaense do ano que vem, mas queria mais.

A bola rolou às 15h36 e, cinco minutos depois, o capitão do time, Anderson Santos, balançou a rede. No primeiro tempo, o Maringá não deu chances ao União, de Francisco Beltrão, e manteve a posse de bola na maior parte do tempo, levando perigo à defesa beltronense.

Com esse placar, o jogo seria decidido nos pênaltis, porque, no jogo de ida, o placar tinha ficado em 2 a 1 para o União.

Logo após o intervalo, a definição do jogo foi rápida: quem ainda não tinha voltado ao lugar pode ter perdido o lance decisivo da partida, já que Ítalo Borges marcou o segundo gol do Maringá no primeiro minuto do segundo tempo.

Depois disso, o Maringá esfriou e os visitantes começaram a ser mais ofensivos, já que o resultado dava o título ao tricolor. Na segunda parte do jogo, os dois times tiveram lances perigosos, mas o placar não mudou.

O jogo, que aconteceu no Willie Davids, foi acompanhado por 2.797 torcedores – a maioria do time da casa.

O objetivo do time, agora, é conseguir também a Taça FPF, que começa no dia 6 de agosto.

Participe e comente