O elenco é bem diferente daquele que disputou as finais da Copa Libertadores de 2008 e da Sul-Americana de 2009, mas o reencontro com a LDU será especial para o Fluminense, como pode ser visto pela grande procura por ingressos para o duelo desta quinta-feira, com mais de 30 mil vendidos. O atacante Henrique Dourado também apontou que a partida, válida pelas oitavas de final da Sul-Americana, terá peso diferente, mas alertou para que a aura envolvida no confronto não atrapalhe o desempenho dos jogadores.

"É uma partida muito importante para o clube e para a torcida devido ao histórico. Eram outros jogadores que estavam aqui, mas nós temos ciência, porque somos nós que vestimos a camisa do Fluminense hoje. Temos que nos colocar na pele de quem estava, mas também não podemos deixar com que isso nos atrapalhe. Nossa atitude vai ser fundamental nessa partida", disse.

Henrique Dourado apontou que o Fluminense precisa ser inteligente para não cair na estratégia da LDU, que deve tentar cadenciar o jogo. Por isso, mais do que construir uma grande vantagem, a meta é conquistar a vitória, o que trará mais tranquilidade para o duelo de volta, no Equador.

"Em um campeonato mata-mata, se você joga a primeira partida em casa, tem que ser muito inteligente, porque é um jogo de 180 minutos. Esperamos levar para lá uma vitória que nos dê tranquilidade. Esperamos um jogo mais cadenciado, porque eles vão fazer de tudo para levar um resultado para lá. Temos que ser inteligentes nisso também", declarou o camisa 9.

Henrique Dourado também destacou que o apoio da torcida no Maracanã lotado poderá ser um diferencial do Fluminense nesta quinta. "O que a torcida e nós esperamos é fazer pressão, porque é o que vamos sofrer lá. Contamos com o apoio da torcida do primeiro ao último minuto, para ser o 12º jogador dentro de campo. Tenho certeza que o Maracanã vai estar bonito. Quando a torcida do Flu comparece em peso, nos empurra e ajuda muito. Se nós levarmos uma vitória para lá, já é meio caminho andado. Mas ainda é muito cedo para se falar em classificação, independente do resultado", afirmou o atacante.

Participe e comente