Viajar e contribuir com o desenvolvimento de causas sociais e de comunidades carentes sem ter que carimbar o passaporte como turista voluntário é a proposta diferenciada da Adventure For More (A4More). A expedição propõe que o viajante vá além da viagem em si, mergulhe na cultura e colabore para transformar a realidade das comunidades por onde passa.

Encabeçada pelo Movimento Faça Mais (e passe esse sentimento adiante) e pelo montanhista e líder de expedições Manoel Morgado, a aventura que cruza o mundo e passa por seis destinos realizando uma ação social em cada um, está marcada para iniciar em maio de 2018.

O roteiro, os destinos e as ações podem ser conferidas pelo site www.movimentofacamais.com.br da expedição Adventure For More. “Por trás de cada lugar visitado, uma ação do bem vai impactar a realidade de cada comunidade, seja através de um poço que leva água potável para quem não tem ou de placas de energia solar que mudam a forma de viver para quem não tem energia elétrica”, aponta Morgado, que foi o segundo brasileiro a concluir a escalada das montanhas mais altas de cada continente, conhecido como os Sete Cumes.

AS EXPEDIÇÕES

Nepal, Bolívia, Tanzânia, Marrocos, Havaí, Brasil (Chapada Diamantina - Bahia) são os seis destinos com seis propósitos, através de uma volta pelo mundo que impactará a realidade de cada comunidade visitada. “Cada lugar é um convite a enxergar o mundo sob um novo ponto de vista, mais natural e integrado”, conclui o montanhista.

O propósito da expedição, aponta Evandro Dal Molin, líder do Movimento Faça Mais, e que idealizou o projeto, é contribuir através da expedição, mostrando a realidade das comunidades além do olhar turístico. “É um olhar maior, de seres humanos fazendo mais por outros seres humanos, expandindo a visão da exploração e da aventura por locais paradisíacos para um olhar de contribuir com os locais visitados e deixar um legado para quem ali vive”.

FAÇA MAIS

Para cada um dos seis destinos foi criada uma ação sócio ambiental que, para acontecer, depende de doações dos expedicionários com valores a partir de US$ 800 e que serão transformadas em poços de água, em ações de limpeza e conservação ambiental ou em placas de energia solar. Ou seja, cada viajante, além do custo da viagem, vai contribuir para que uma ação do bem aconteça naquela comunidade. “A expedição é um convite a ir além da viagem em si, e atuar de forma real em cada uma das comunidades visitadas”, aponta Morgado..

AS AÇÕES E OS DESTINO

NEPAL: ação social será a compra e instalação de placas solares no vilarejo
de Lothar, no sul do Nepal, na região do Terai. Energia solar é extremamente importante no Nepal porque 80% de seus habitantes não estão conectados a rede nacional.

BOLÍVIA: ação social beneficiará a comunidade de Chiaraque, próximo à Cidade de La Paz. Esta comunidade é formada por 25 famílias com aproximadamente 30 crianças. A principal carência do vilarejo é disponibilidade de água que no presente é bombeada de um pequeno riacho que está a 100 metros abaixo de um velho tanque que leva água para as casas e plantações. Há vários meses
eles estão sem água já bomba parou de funcionar. O objetivo é comprar e instalar uma bomba de água e melhorar o sistema de captação e distribuição de água.

TANZÂNIA: a ação social será realizada no vilarejo Engikaret, nas proximidades do Kilimanjaro. Esta região vive uma triste realidade onde, durante mais de metade do ano, adultos e crianças precisam caminhar até 14 quilômetros diariamente em busca de água. A boa notícia é que possível ajuda-los com a construção de um poço profundo (120 metros) que fornecerá água potável durante todo o ano para os três vilarejos. Com isso, acabarão as longas viagens, a interrupção dos estudos e diminuirão as doenças decorrentes do uso de água de baixa qualidade.

MARROCOS: a ação social acontecerá no vilarejo Douar Ait Souka. Será construído um local para treinamento das mulheres do vilarejo em atividades profissionalizantes como tapeçaria, manufatura de joias e outros artesanatos, além de melhorar seus conhecimentos de francês e árabe, as duas línguas nacionais. O projeto visa atingir inicialmente ao redor de 40 mulheres que, com este treinamento, poderão contribuir para o aumento da renda de suas famílias.

HAWAI: nosso projeto social nesta viagem é ajudar duas organizações em seu nobre trabalho de transformar a Ilha de Kahoolawe em um centro de cultura e religião tradicional havaiano.

CHAPADA DIAMANTINA, BAHIA, BRASIL: nesse destino a ação será no povoado do Baixão, comunidade Município de Ibicoara, onde mais da metade da população reside em áreas rurais e onde grande parte da água potável utilizada para consumo humano é obtida através da captação de poços artesianos e nascentes. Esse projeto visa a implantação de um viveiro permanente de plantas para recuperação de áreas degradadas.

MANOEL MORGADO | GUIA DAS EXPEDIÇÕES

“Só existe uma maneira de fazer algo bem feito. É fazer com amor, com todo o coração e alinhado com o propósito que norteia a vida e as empresas”. Com essa filosofia Manoel Morgado, vai guiar as expedições.

Viajar sempre foi parte integral de sua vida, e desde muito jovem aventurou-se primeiro pelo Brasil e depois pelos países da América do Sul, seguido de Europa e Ásia. Em suas expedições, sempre busca ir além da viagem em si, levando o viajante a conhecer e interagir com a cultura local e seus habitantes. Agora, através do Adventure For More, pretende expandir ainda mais o alcance dessas ações e passar o sentimento adiante, atingindo o maior número de pessoas a participar e transformando realidades por onde passa.

MOVIMENTO FAÇA MAIS (MFM)
O propósito do grupo formado por voluntários e profissionais de áreas distintas é unir forças e conectar pessoas, iniciativas e entidades para criar soluções e reunindo ações em prol do bem. O Faça Mais começou em 2011 e seguiu até 2015, como uma ação institucional do Grupo Riviera, construindo uma história colaborativa com o Grupo Latarte que desde 2006, desenvolve um trabalho socioeducativo e cultural com crianças através da arte. Em 2016, um grupo de voluntários abraçou a causa, o movimento foi desmembrado da empresa e ganhou asas.



Website: http://www.movimentofacamais.com.br

Participe e comente