Novo diretor executivo de futebol do São Paulo, o ex-jogador Raí foi anunciado oficialmente pelo clube nesta quinta-feira. Ele inicia as atividades no novo cargo nesta sexta, mas já se reuniu com a diretoria tricolor para definir as prioridades em suas primeiras horas à frente do futebol tricolor.

Raí terá de cara o desafio de dar continuidade às negociações iniciadas por Vinicius Pinotti, que deixou o cargo na última quarta-feira após divergências com o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco. "Estou muito motivado", disse Raí, em entrevista ao site oficial do clube. "É um momento bom na minha vida pessoal. E, obviamente, na reflexão sobre a decisão final, priorizei como primeira atividade o São Paulo".

De volta à gestão do futebol tricolor, por onde passou em 2002 como coordenador, Raí terá à frente do departamento de futebol do São Paulo o desafio de resgatar a força do time no futebol nacional, abalada depois de sucessivas temporadas em baixa.

Ele tem a confiança da diretoria tricolor e foi escolhido principalmente pelo perfil de ex-jogador com experiência e interesse em gestão esportiva. Membro do Conselho de Administração e com forte apelo junto à torcida do São Paulo, Raí se distancia bastante do perfil de seu antecessor, que levantava críticas nos bastidores desde que assumiu o futebol porque não tinha experiência na área.

"Minha história no clube, no futebol e as minhas experiências me credenciam para fazer um grande trabalho no São Paulo. Estou tranquilo e confiante", disse Raí, que deixará o Conselho de Administração - órgão criado para auxiliar o presidente na tomada de decisões estratégicas. O novo membro do órgão será indicado posteriormente para a função pelo presidente do clube.


Participe e comente