Por se tratar de uma doença metabólica que pode acarretar muitos problemas ao organismo, o tratamento da diabetes exige cuidados constantes. Com o surgimento de novas pesquisas e estudos se evidenciou nos últimos anos que escolher de maneira inteligente os alimentos que são colocados no prato é uma etapa crucial no controle da doença que atinge mais de 12 milhões de brasileiros.

Alinhada aos mais recentes estudos, uma proposta que tem conquistado adeptos ano após ano é a estratégia alimentar do médico e pesquisador Dr. Patrick Rocha, que tem como diferencial proporcionar a melhora na qualidade de vida de diabéticos e reduzir a necessidade de medicação.

"É necessário que o diabético tome alguns cuidados ao escolher os alimentos, pois estes podem agravar os problemas de saúde. Diferente do que muitas pessoas pensam, não é apenas o açúcar branco refinado que pode elevar os níveis de glicose no sangue. Alimentos que são ricos em carboidratos, como pães, massas, bolos, além de alimentos industrializados, possuem altas doses de açúcar em sua composição e devem ser riscados da lista de consumos de alimentos", explica o médico e pesquisador Patrick Rocha, atual presidente do Instituto Nacional de Estudos da Obesidade e Doenças Crônicas (INEODOC) e autor do livro "Diabetes Controlada".

Nada de comida sem gosto, diets e lights, o cardápio para diabéticos pode ser saboroso e saudável. Entre ovos, carnes diversas, vegetais e laticínios, Dr. Rocha, especialista no assunto, selecionou cinco alimentos valiosos para a saúde e que podem e devem fazer parte da rotina alimentar. Confira:

Abacate
Extremamente nutritivo e rico em gorduras de qualidade, como as presentes no óleo de oliva, que auxiliam na resistência à insulina e previne uma série de doenças relacionadas ao diabetes, como AVC e doenças cardiovasculares. Contém uma variedade muito grande de vitaminas e minerais. É rico em vitaminas do complexo B, vitamina C, vitamina A, vitamina E, vitamina A, cobre, manganês, magnésio, fósforo, potássio e zinco.

Salmão
Como se sabe o salmão é um peixe de águas profundas e sua carne é rica em gorduras de qualidade do tipo ômega 3. Esse tipo de gordura melhora a sensibilidade do paciente à insulina, e pode até mesmo prevenir o desenvolvimento do diabetes tipo 2. Além disso, esse tipo de gordura aumenta os níveis de um hormônio chamado adiponectina, que é benéfico em processos que afetam o metabolismo do diabético, como a regulação do açúcar no sangue, além de outros processos inflamatórios.

Iogurte Natural
Rico em proteínas de alto valor biológico, o iogurte integral pode ser uma boa opção para diabéticos, além de ser rico em cálcio. A presença das proteínas de boa qualidade aliadas ao cálcio melhora o funcionamento da flora intestinal, potencializando a imunidade sem alterar os níveis de glicose sanguínea.

Brócolis
Rico em vitamina C, fibras, ferro, beta-caroteno e antioxidantes, o nosso amigo verde contém também cromo, que ajuda a regular o açúcar no sangue, mantendo os níveis de energia constante. Para ter certeza de obter todos esses benefícios, cozinhe apenas levemente o brócolis, por no máximo 5 minutos. Em geral, a presença de vegetais verdes folhosos, tais como rúcula, agrião, acelga, alface, repolho, couve-flor, brócolis é de suma importância para obtenção de vitaminas e minerais, além de proporcionar saciedade sem aumento de níveis de glicose sanguínea.

Blueberries e frutas vermelhas
Frutinhas deliciosas e antioxidantes naturais de alta potência. Elas trazem diversos benefícios para o organismo, entre eles, oferecem fitoquímicos que combatem doenças. São ricas em vitamina C e fonte de fibras.
Saiba Mais:

O médico Patrick Rocha (CRM-CE 8561) é pesquisador, palestrante e apaixonado por saúde e nutrição. Dr. Rocha é Presidente do Instituto Nacional de Estudos da Obesidade e Doenças Crônicas (INEODOC) e autor do livro "Diabetes Controlada", lançado pela editora Gente.

Website: http://www.drrocha.com.br


Participe e comente