Cada pessoa tem uma maneira de extravasar as energias negativas, lidar com os problemas e cuidar da saúde mental. Profissionais da saúde, bem como os da área da educação física e afins recomendam os exercícios físicos para contribuir nesses quesitos. Entre as práticas, estão yoga e meditação. Uma pessoa que pratica yoga faz meditação em determinado estágio da atividade, porém, isso não ocorre ao contrário. Embora meditar também faça parte, o yoga é mais profundo e trabalha com a estabilidade interna, externa e mental.

A busca por alternativas ao ritmo de vida agitado, em que a maioria das pessoas vivem hoje, já não é mais uma opção. Quando o indivíduo deseja ter qualidade de vida, exercícios de yoga e meditação são fundamentais. Eles são capazes de propiciar ao menos um instante de desligamento dos problemas e afazeres, de modo a trazer relaxamento para o corpo e para a mente. Segundo a Organização Mundial de Saúde, o Brasil possui a maior taxa de transtorno de ansiedade do mundo. Esse índice é tão alto devido ao estilo de vida, além dos fatores socioeconômicos e ambientais. Para os que já foram diagnosticado com esse problema, a prática de atividades que favoreçam um distanciamento da realidade deve fazer parte do tratamento. Em contrapartida, os que não foram atingidos por ele devem adotar medidas preventivas.

No yoga, é realizada uma série de exercícios com o objetivo de manter a estabilidade do corpo. Ele também é um meio para que a pessoa consiga alcançar um estado de espírito. Porém, para chegar nesse nível é preciso um grande esforço pessoal de desligamento de qualquer coisa ou pensamento externo. A concentração deve ser exclusivamente na respiração para criar uma conexão pessoal. Essa não é uma prática recente. Realizada há muitos anos, é mais completa e trabalha com questões internas e externas.

Já a meditação, embora muito importante, trabalha apenas o aspecto mental. Esse é o momento em que o praticante é convidado a se conectar com seu interior. A partir da entrega, é possível fazer o controle das emoções e da respiração, ter bons pensamentos, internalização, atenção e foco. A ideia é esvaziar a mente que, consequentemente, influencia no desenvolvimento pessoal.

Yoga e meditação têm relação entre si, mas não são essencialmente a mesma coisa. Isso porque a meditação é apenas uma parte do yoga, que tem uma atuação mais profunda. Segundo a Slade Fitness , loja de artigos esportivos , a postura é muito trabalhada no yoga, bem como outros movimentos que requer o uso de aparelhos específicos. "Entre os itens utilizados para a prática das atividades estão a esteira, a bola e o bloco de alongamento. Eles são essenciais para auxiliar os alunos a realizarem o que é proposto", explica.

A meditação é uma peça chave na concentração da realização dos movimentos do yoga. Juntos, eles conseguem melhorar as relações entre corpo e mente. Deixar se guiar pelo silêncio, é importante para aprender a controlar os sentimentos e a relaxar. Além da redução do estresse e da ansiedade, a prática de yoga e meditação também contribui em questões relacionadas ao emagrecimento e ao sistema imunológico, ou seja, uma das melhores maneiras de conquistar uma estabilidade física e emocional.

Website: https://www.sladefitness.com.br/


Participe e comente