O motorista que esperava encontrar estradas menos lotadas na saída para o fim de semana prolongado pelo feriado de Tiradentes, apenas quatro dias após o retorno da Semana Santa, se surpreendeu. No início da noite desta quinta-feira, 20, havia congestionamento nas principais rodovias paulistas, em direção ao interior e ao litoral. Na Bandeirantes, que liga São Paulo a Campinas, às 19 horas, havia ao menos vinte quilômetros de veículos em fila, em baixa velocidade.

As condições eram agravadas por uma obra de construção de faixa adicional, que deixou sem acostamento um trecho entre o km 49 e o km 53 da Bandeirantes, região de Jundiaí. Na Castelo Branco, além do engarrafamento na saída da capital, o motorista encontrava lentidão com paradas do km 19 ao 31, altura do pedágio de Itapevi. A Raposo Tavares também estava travada na chegada a Cotia, no sentido do interior.

Quem seguiu para a Baixada Santista, encontrou lentidão na Imigrantes, na saída de São Paulo, e na Anchieta, do km 15 ao km 20. Até as 19 horas, não tinha sido adotada a Operação Descida. A previsão é que essa operação, com 7 faixas para descer e 3 para subir, seja adotada às 14 horas desta sexta.

A Ayrton Senna estava congestionada na saída da capital, enquanto na Dutra, o trânsito estava parado na altura de Jacareí por excesso de veículos. Na Fernão Dias, quem seguia no sentido de Belo Horizonte pegava congestionamento entre Bragança Paulista e Vargem, por causa de obras na pista, com bloqueio da faixa da direita num trecho de oito quilômetros. Na Régis Bittencourt, havia lentidão com paradas no km 273, em Taboão da Serra, e no km 274, em Miracatu, por excesso de veículos.

Participe e comente