Doutor em administração de empresas e sócio-diretor da Beware Consultoria e Treinamento, Carlos Magno da Silva Xavier, foi eleito em 2010 como uma das cinco personalidades brasileiras da década em gerência de projetos e é autor do livro “Metodologia de gerenciamento de projetos – methodware”. A Seed Intelligence Company realizou uma entrevista com o Professor que falou sobre os 17 anos de trajetória da empresa, a aplicação da tecnologia de softwares nas metodologias de projetos e suas vantagens, como também sobre a parceria da Beware com o NetProject.

O foco da empresa Beware é o Strategic Throughput, fazendo com que processos, projetos, programas e portfólio agreguem valor para o negócio. Quase duas décadas de atuação trouxeram Know-how e clientes importantes para a Beware, tais como TIM, Eletropaulo, Oi, Marinha do Brasil, Petrobras, Lojas Americanas. A empresa atua por meio de consultoria e capacitação profissional, com ênfase nos seguintes serviços:

- Apoio ao Gerenciamento de Projetos / Programas Especiais / Estratégicos;
- Implantação de Metodologia de Gerenciamento de projetos, programas e portfólio;
- Consultoria no Gerenciamento de Riscos em projetos;
Implantação de Escritório de Projetos (PMO); Governança de projetos;
- Diagnóstico de maturidade em Gerenciamento de Projetos, Programas e Portfólio.

Magno, que possui uma atuante jornada em prol do amadurecimento do Gerenciamento de Projetos no Brasil, acredita que um maior nível de maturidade leva a um melhor desempenho em projetos, programas e portfólio. Ele ensina que existem quatro dimensões fundamentais que devem ser levadas em consideração na maturidade organizacional: processos, pessoas, tecnologia e governança. “A maturidade é estabelecida pelo nível mais baixo dessas quatro dimensões”, conclui. Segundo o professor um software de gerenciamento de projetos na estruturação de um Escritório de Projetos (PMO) é muito importante, pois “enquanto o PMO tem papel crucial na governança, o software atende à dimensão tecnológica. Não adianta ter processos (metodologia) bem desenvolvidos se não existe um software que facilite a sua utilização”.

Ao ser perguntado sobre quais as principais funcionalidades que um software de Gestão de Projetos deve oferecer, o doutor em PMI disse que o programa deve ser aderente aos processos (metodologia) que a Organização estabeleça para a gestão de projetos, programas e portfólio. “De uma forma geral, deve facilitar os processos de seleção, iniciação, planejamento, execução, controle e encerramento de projetos. Deve ser colaborativo e trabalhar com ferramentas visuais como Canvas e Kanban”, acrescentou.

A empresa de Xavier criou a metodologia Basic Methodware® que tem como base os processos de gerenciamento, propostos pelo Guia PMBOK® do PMI, para iniciar, planejar, executar, monitorar, controlar e fechar projetos. A metodologia e seus modelos (templates) de documentos podem ser adaptados para o tipo de projeto / empresa onde serão aplicados. De acordo com o empresário uma metodologia deve ser uma adaptação das práticas de gerenciamento de projetos, programas e portfólio à realidade de uma Organização. Essa adaptação deve ser criteriosa de forma que, em uma análise de custo-benefício, compense o esforço de gerenciamento em relação aos correspondentes resultados esperados.

“A nossa metodologia vem sendo adaptada a vários tipos de organização e de projetos”, diz.

Em parceria com a Seed Intelligence Company, a Beware utiliza o Netproject para implementação da Basic Methodware® e ao ser perguntado se o software atendeu as necessidades técnicas do projeto, Magno foi categórico: “o NetProject, com a sua capacidade de configuração e adaptação, se encaixa perfeitamente em nossa proposta”, finaliza.

E você? O que está esperando para conhecer o NetProject? Experimente !


Participe e comente