Em meio às negociações para tentar votar a reforma da Previdência ainda este ano, o presidente Michel Temer se comprometeu, nesta quinta-feira, 7, a liberar imediatamente cerca de R$ 500 mil para cada município de Minas Gerais atingido pela chuva nos últimos dias. Pelo menos cinco cidades já decretaram emergência.

Segundo o deputado Domingos Sávio (PSDB-MG), que esteve no encontro com Temer, o valor foi estipulado como "média" e pode variar de acordo com a gravidade de cada situação. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do Palácio do Planalto, porém o valor total que será liberado não foi divulgado.

Sávio disse que os prefeitos demonstraram "espontaneamente" apoio à reforma da Previdência, mas negou que os parlamentares tenham discutido o assunto hoje. "Ouvi eles dizendo que ele (Temer) está corretíssimo e que apoiam a reforma." O presidente, então, teria pedido que os prefeitos reforçassem o posicionamento para os deputados.

Estiveram na reunião os prefeitos de Rio Casca, Contagem, Caeté, Ribeirão das Neves e São João Del-Rei. O senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o deputado Caio Nárcio (PSDB-MG), também participaram das conversas, além do ministro Helder Barbalho (Integração) e do secretário Nacional da Defesa Civil do Ministério da Integração, Renato Newton.

De acordo com Sávio, Temer demonstrou "sensibilidade" e "rapidez" para ajudar as cidades mineiras. "Foi uma reunião republicana para tratar de problemas emergenciais", destacou. Após a reunião, os prefeitos foram encaminhados para o Ministério da Integração para acertar os procedimentos para a liberação imediata da verba e evitar "burocracias".

"Esses valores vão acudir as prefeituras para ajudar naquilo que é emergencial, para que as cidades consigam voltar à vida normal. Muitas não têm máquinas suficientes para desobstruir vias e liberar acessos, criar condições de mobilidade urbana, recuperar moradias e abrigar pessoas. As outras ações, uma ponte que caiu, uma obra de maior peso, aí obviamente dependem de projetos e ações mais detalhadas", justificou Sávio.

Mais cedo, o deputado Fábio Ramalho (PMDB-MG) contou que Temer se comprometeu a liberar mais R$ 250 mil para a área de saúde do Estado de Minas Gerais e outros R$ 350 milhões para a duplicação da BR-381.


Participe e comente