Um tiroteio decorrente de operação do Batalhão de Operações Especiais (Bope) no Morro da Mangueira, na zona norte do Rio, deixou feridos neste sábado (13) três policiais militares e um homem que seria traficante. Moradores fizeram um protesto contra a operação e fecharam a Rua Visconde de Niterói, que dá acesso à favela.

Os manifestantes atearam fogo em objetos e atiraram garrafas na calçada; foram dispersados por policiais do Choque. Moradores contaram à reportagem que três pessoas morreram na operação, daí a mobilização - a informação não foi confirmada pela Polícia Militar.

Durante a ação, policiais desocuparam um prédio desativado do IBGE ao lado da favela. O edifício, abandonado há muitos anos, abriga famílias sem teto. Houve confusão. Mulheres e crianças foram retiradas à força e algumas pessoas foram levadas para averiguação.

Segundo a PM, uma pistola foi apreendida. Um suspeito foi socorrido e levado ao Hospital Souza Aguiar, no centro. Dos três policiais feridos, dois foram atingidos por estilhaços e um terceiro teve ferimento grave, sendo internado no Hospital do Exército, em Benfica, na zona norte. Os confrontos começaram de manhã cedo.


Participe e comente