Compor um visual que perdure anos e anos, sem que a casa pareça antiga, é um grande desafio. Para isso, é preciso driblar as tendências, deixando-as fora de foco.

O arquiteto Gabriel Poltonieri Vecchi explica que arquitetura ou decoração atemporal geralmente utiliza a base - paredes, revestimentos e cortinas -com cores mais sóbrias, como cinza, bege e branco, que não marcam e nunca saem de moda.

Os papéis de parede, da mesma forma, devem seguir essa linha. "Aposte em bases lisas, como o linho. O linho cinza ou bege não cansa e será eterno", menciona o arquiteto.

Cortinas de linho ou tafetá de seda também estão à frente do seu tempo, de acordo com Vecchi. Uma dica é combinar tons beges e marrons ou o preto com o cinza, lembrando que utilizar cores da mesma paleta minimiza a chance de errar.

O uso da madeira no mobiliário, revestimentos ou painéis também deixa a decoração atemporal. Pode-se revestir as paredes com uma lâmina de madeira, desde que ela tenha características mais sóbrias.

"Quanto menos revestimentos utilizar, melhor. A não ser que sejam revestimentos naturais e eternos, como madeira, pedra, mármore ou linho", diz Vecchi. Segundo ele, uma obra fica mais elegante quando menos materiais são utilizados.

Além disso, na possibilidade da venda do imóvel, ele destaca que, dessa maneira, é mais fácil agradar aos mais diversos perfis de potenciais compradores.

É preciso tomar cuidado, no entanto, para não deixar os ambientes frios além da conta. É necessário recorrer a alguns elementos que esquentem a decoração e tenham a cara do morador.

"Se não tomar esse cuidado, a casa pode parecer um showroom", alerta o especialista.

Para aquecer, devem ser utilizados objetos de viagens, cores nos adornos, como almofadas, e quadros mais ousados. Vecchi destaca que são nestes itens que as cores vivas devem ser aplicadas.

Ele ressalta ainda que é por meio do uso de elementos soltos e mais ousados que a personalidade do morador é assegurada. Se a decoração enjoar, fica fácil mudar o visual do espaço com pequenas substituições.

"Ao usar cores nos objetos de decoração, ou até em alguma poltrona, é fácil fazer a substituição ou remanejamento para outro cômodo da casa", acrescenta.

Participe e comente