Recorrer à placa solar é alternativa para quem quer ter uma na conta de luz mais barata no fim do mês. A mais comum é a placa de aquecimento de água, tanto para uso racional no imóvel, quanto para manter a água da piscina quente no inverno. O outro tipo é a placa geradora de energia a partir da luz solar, a placa fotovoltaica.

Cada uma dessas placas produz 1 watt e é montada sob medida conforme a quantidade de energia a ser gerada. O painel pode chegar a ter dois metros de altura.

"A instalação do sistema não quer dizer que o imóvel estará desvinculado de taxas públicas ou da companhia de energia. A ligação é mantida por duas razões: a companhia compra a energia excedente e sustenta o imóvel caso mais energia seja necessária", explica Camila Alcamin, diretora de novos negócios de uma empresa especializada em água e energia.

O sistema só pode ser instalado mediante Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) de um engenheiro eletricista. O documento é o único aceito pela Copel para liberação da instalação do sistema do relógio bidirecional.

O aparelho funciona como o medidor tradicional, mas também mede a energia emitida pelo imóvel. Em outras palavras, tudo o que é produzido e não consumido volta para a rede elétrica e, com o tempo, compensa o investimento.

A durabilidade média do sistema é de 25 anos, considerando boas condições climáticas, de instalação e manutenção em dia.

Investimento

Em julho do ano passado, o professor Henrique Campos, da Universidade Tecnológica do Paraná fez uma estimativa de investimento para implantação de energia solar.

Os valores foram confirmados por duas empresas especializadas que atuam na região. No levantamento de preços ele considerou um sistema projetado para uma residência padrão médio com três pessoas.

Considerando a quantidade e a dimensão do painel de energia solar, o custo de implantação seria em torno dos R$ 15 mil, com algumas variações conforme a região, consumo de energia elétrica e necessidade de ajustes de alvenaria. O retorno previsto acontece em quatro ou cinco anos de uso.

Participe e comente