As vendas do varejo de material de construção registraram alta de 7% em setembro em relação ao mesmo mês do ano passado e ficaram estáveis na comparação com agosto deste ano, de acordo com pesquisa da ssociação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco) feita com 530 lojistas entre os dias 26 a 29 de setembro e divulgada nesta semana.

No acumulado do ano, há alta de 4,5% nas vendas. Já nos últimos 12 meses o crescimento foi de 1%. "Tintas e revestimentos cerâmicos são as categorias que impulsionaram o setor este mês, pois houve um aumento significativo de vendas, o que indica que a família brasileira já está iniciando as reformas das casas para o final de ano", disse o presidente da Anamaco, Cláudio Conz.

"As pessoas costumam segurar as reformas no começo do ano, devido às diversas despesas e contas a pagar, porém, não é o que acontece no segundo semestre. Tradicionalmente, este período representa 65% do volume de vendas no ano, pois com a chegada das festas, a população se preocupa em deixar a casa mais arrumada, consertando aquele encanamento ou pintando a parede que precisava ", completa.

Para a entidade, a portaria que regulamenta o Cartão Reforma, assinada em setembro, somada ao Construcard, a linha de crédito oferecida pela Caixa, que está em fase de testes para que o cliente consiga contratar na própria loja, podem estimular a alta das vendas este ano.

"Somando estas linhas de financiamento e o crescimento no acumulado deste ano, a previsão é que até o final de 2017, o setor apresente crescimento de 5% sobre 2016", menciona o presidente da Anamaco.

Participe e comente