Os corretores de imóveis dos Estados Unidos da década de 1970 desenvolveram uma estratégia para vender mais rapidamente uma residência: amor à primeira vista. A proposta, batizada de home staging, é a mesma dos apartamentos decorados, mas se adapta melhor a imóveis mobiliados ou ainda habitados quando na ocasião de venda. A ideia é que o imóvel se transforme em uma vitrine para o estilo de vida dos futuros moradores, por isso consiste em deixar o lugar com jeito de "casa dos sonhos".

Estima-se que o imóvel seja vendido duas vezes mais rápido e que o cliente tome a decisão de compra em menos de dois minutos. E não é só isso, esse investimento pode valorizar o imóvel em até 15%.

O melhor resultado vem a partir da intervenção de um especialista, arquiteto ou decorador especializado em home staging.

O primeiro passo é uma visita ao imóvel para detectar onde é preciso fazer reparos. A partir dos consertos e pintura, tem início a adequação. Mesmo quando a família ainda habita o local, fotos e objetos pessoais saem de cena em favor de uma "neutralização" do espaço. O imóvel deve ser o mais neutro possível para que o cliente se identifique com ele de imediato. Além disso, o local deve ser arejado e bem iluminado. Organização e harmonia também são parte do conceito.

Nos ambientes desocupados pode-se usar móveis e objetos de decoração alugados, por exemplo. A arquiteta Lígia Recco ensina que a venda de um imóvel implica em transmitir a sensação de "estar em casa". A experiência dela com os apartamentos prontos para morar é excelente.

O comprador só precisa fazer as malas e se mudar. Tudo o que precisa, estará esperando por ele, inclusive talheres, eletrodomésticos, roupa de cama, etc.

"O ambiente é planejado para transmitir essa sensação de estar em casa e por aqui já trabalhamos com essa ideia de espaços mais sensoriais com elementos que acionem sensações de conforto, memórias", afirma.

Um imóvel vazio sempre parece menor. É difícil para um leigo visualizar espaço para os móveis, antecipar como fica com o sofá e cama. O home staging neutraliza e organiza os ambientes. Usar música, algo passando na TV, plantas e aromas aumentam a sensação de aconchego. Corretores chegam a assar bolos ou fazer café para 'perfumar' o imóvel.

O trabalho consideram ainda, o perfil do comprador e enfatiza as melhores características do imóvel para que a pessoa goste do ambiente e sinta-se confortável para imprimir sua personalidade nele.


CARACTERÍSTICAS. Conceito aposta em ambientes neutros, arejados e bem iluminados. — DIVULGAÇÃO

Participe e comente