Houve valorização no mercado de terrenos e imóveis usados em Maringá no ano passado. O preço médio dos terrenos ofertados na cidade aumentou 7,74% no acumulado de um ano – de dezembro de 2016 a dezembro de 2017. Já a variação do preço médio dos imóveis comerciais usados aumentou 4,69% e dos residenciais 1,84%. Os dados são do relatório "Análise da oferta de imóveis usados à venda em Maringá", feito mensalmente pelo Instituto Paranaense de Pesquisa e Desenvolvimento do Mercado Imobiliário e Condominial (Inpespar).

De acordo com o vice-presidente do Sindicato da Habitação e Condomínios (Secovi) Maringá, Alexandre Guimarães Nicolau, os números mostram que a variação do preço médio dos imóveis ficou acima da inflação nos últimos 12 meses. "Isso comprova que o imóvel, a médio e longo prazo, sempre fica acima da inflação. Ou seja, é um investimento que compensa. Cada vez mais o investidor está buscando imóveis para locação".

Uma dica é comprar apartamentos próximo às universidades. "Essa é uma atividade que chama muita atenção dos investidores. Aqueles que quiserem ter um imóvel rendendo aluguel, tem como uma boa opção investir em apartamentos e kitnets em torno das universidades. A procura é sempre muito grande."

Segundo ele, a queda generalizada nos preços dos imóveis mostra um desenvolvimento negativo, o que não acontece em Maringá. "Esse é um privilégio de Maringá, que apesar da crise, segue com esse crescimento. Até porque é uma cidade nova. Não temos muitos imóveis antigos que acabam se depreciando por serem velhos demais", explica.

Já o aumento de 7,74% na variação do preço médio do terrenos tem uma explicação bastante simples. "O imóvel que não fica velho é o terreno. Por isso subiu mais que o residencial e o comercial, porque conforme o tempo passa, o imóvel usado tem uma depreciação, e o terreno não tem isso, ele só valoriza", frisa Nicolau.

Além disso, número menor de lançamentos também refletiu nos preços. "Essa redução promove uma alta no preço dos imóves novos, porque tem menor oferta. E quando isso acontece, ele puxa os preços dos imóveis usados também."


PARA ALUGAR. Aquisição de kitnets próximas ao campus universitário é opção para investidores


Participe e comente