O hall de um edifício pode valorizar todo o empreendimento; e a decoração é quem dita as regras para que esse objetivo seja alcançado. A designer de interiores Laura Santos ensina como decorar um hall de forma receptiva e charmosa, evidenciando com sofisticação todo o imóvel. "O hall é um ambiente de espera, então, o ideal é que ele tenha características de uma sala, mas com a decoração mais clean. Não pode haver muitos adornos e elementos, pois é um espaço com grande fluxo de pessoas e muitos itens podem atrapalhar e poluir visualmente. Sendo assim, precisa ser leve e agradável ao olhar", conta Laura.

Trazer contemporaneidade para esse ambiente é uma aposta que dá certo. "Em um projeto para um edifício com 25 anos lancei mão de um mobiliário contemporâneo para agregar um ar atual. Utilizei puffs para dividir o amplo espaço e mesinhas soltas. Inseri obras de arte de artistas mineiros para arrematar com sofisticação", destaca a designer de interiores.

Laura também teve uma grande sacada ao transformar um elemento estrutural em decorativo. "Havia um pilar no meio do hall e então tive a ideia de inserir um espelho e esse pilar tornou-se um painel espelhado", revela a profissional. Ela ainda envelopou uma parede que fica em frente ao elevador do prédio e inseriu um painel, o que gerou grande impacto visual.

Em frente ao elevador, a designer Laura Santos envelopou a parede com lâmina de madeira e inseriu uma bela obra de arte dando ainda mais destaque a esse espaço.


ANTES E DEPOIS. Com a mudança de mobiliário, pintura na parede, troca de lâmpadas e revestimento do pilar com espelho, o hall de um edifício de mais de 25 anos se tornou mais atual. —DANIEL MANSUR


Participe e comente