• Cuidados são essenciais para financiar um imóvel

  • Talita Amaral

Interessados em comprar imóvel devem avaliar a idoneidade da

construtora e comodidade do bem. Condições de finaciamento

também devem ser analisadas

Consumidor deve esclarecer todas as dúvidas relacionadas ao financiamento antes de finalizar o negócio

A compra de um imóvel é para muitos sinônimo de segurança e tranquilidade.

Para abandonar de vez o aluguel e ter a satisfação de pagar o próprio bem, alguns encaram um financiamento sem analisar questões importantes, como a comodidade do imóvel e a idoneidade da construtora.
Segundo o professor Neio Lucio Peres Gualda, do Departamento de Economia da UEM, o Sistema Financeiro Habitacional (SFH) oferece atualmente as melhores condições para aquisição de um imóvel, já praticadas por muitos anos no País.

A afirmação pode ser comprovada pelas construtoras que chegam a vender 90% de seus imóveis em pouco tempo. Gualda alerta que como o apartamento ou a casa é um bem que será utilizado por cerca de 20 anos, no mínimo, é importante fazer uma análise de vários fatores antes da compra.
Em primeiro lugar, o professor orienta que o consumidor avalie as condições da moradia e a idoneidade da construtora. "É importante saber há quanto tempo a empresa atua na cidade e se já entregou imóveis".
Outro dica do economista é conversar com pessoas que já adquiriram o bem e analisar o nível de satisfação dos moradores.
"O consumidor deve procurar saber se o imóvel está bem localizado e se atende a todas as necessidades da família, quanto a número de quartos, proximidade do trabalho, estacionamento na rua e vagas de garagem", exemplifica.

O professor ainda alerta que a pessoa que quer financiar um imóvel na planta deve estar certo de que preenche todos os requisitos para o financiamento, exigidos pelo sistema habitacional. "Na hora de vender um imóvel na planta, algumas construtoras analisam se o consumidor possui condições para pagar somente as parcelas referente ao período que o imóvel está em construção.

Quando o apartamento está pronto, o futuro proprietário negocia com o Sistema Financeiro Habitacional e muitas vezes não se encaixa no perfil solicitado", revela Gualda.
Sem poder dar continuidade ao financiamento, a solução para a maioria das pessoas é vender os direitos sobre o imóvel e desistir da compra.

O economista alerta que as construtoras não firmam nenhum compromisso com o cliente em relação ao financiamento que será feito depois da entrega do imóvel e o comprador acaba perdendo o negócio. "Por isso, é tão importante analisar as condições de financiamento, já que os requisitos para a negociação são muito elevados e muitas contingências não são atendidas", frisa

A supervisora administrativa da Plaenge em Maringá, Paula Gasparetto, explica que quando o cliente chega à construtora os vendedores procuram esclarecer todas as dúvidas e falar abertamente sobre o que ele realmente vai precisar para efetuar a negociação. "Quando a opção é o financiamento procuramos orientá-lo quanto à quitação, explicando tudo o que é necessário para cumprir os requisitos feitos pelo agente finaceiro, evitando decepções futuras", afirma.

O vendedor explica, desde o primeiro contato com o consumidor, sobre restrições com o Serasa e comprovação de renda. "Esta não é uma responsabilidade da construtora, mas o nosso objetivo é oferecer todas as orientações possíveis", explica. A construtora também faz uma entrevista com o cliente para saber se as condições do apartamento realmente se encaixam com o que ele precisa e também oferce um seguro de entrega da obra.

O portal odiario.com reserva-se o direito de não publicar comentários de conteúdo difamatório, calunioso e ofensivo. Os comentários não autorizados ficarão visíveis somente para os contatos/amigos da rede social do autor.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Shopping

Anuncie nos classificados de O Diário

Pague com:

Loterias

  • Números sorteados
  • 57
  • 23
  • 38
  • 13
  • 34
  • 27

Publicidade

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal odiario.com não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com odiario.com para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato pelo e-mail parceria@odiario.com.

odiario.com 2010 © Todos os direitos reservados à Editora Central Ltda - O Diário do Norte do Paraná. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuido sem prévia autorização.