A família da estudante de veterinária Mariana Pichek, 21 anos, está inconsolável. Na manhã desta sexta-feira (27), por volta das 8h30, um dos entes mais queridos da família desapareceu. Não se trata de uma pessoa, mas de um cachorro muito dócil, que atende pelo nome de Tommy.

Desde então, a jovem contratou um carro de som para divulgar a perda nas principais ruas da Vila Santo Antônio, onde mora, e também em diversas partes da cidade. A garota procurou por todo o município, fez anúncios em rádios, pregou cartazes em diversos locais, além de anunciar na internet e redes sociais, mas infelizmente sem sucesso.

 

Divulgacao

Família fez anúncios na rádio, internet, pregou cartazes e contratou até carro de som
para tentar encontrar Tommy

 

O pitbull, que não lembra em nada a fama dos cachorros desta raça, é o xodó da família. Dormia no sofá e às vezes até na cama dos pais. De cor chocolate, olhos esverdeados, com o peito branco e uma manchinha branca no nariz rosa, o bichinho era a alegria do pai de Mariana, que tem 60 anos e saúde frágil.

Tommy estava com a família há dois anos. "Na manhã de sexta-feira ele saiu do sofá para latir as pessoas que passavam pela calçada, como faz todo cachorro, mas alguém deve ter deixado o portão aberto, e ele sumiu e não foi mais visto", lamenta Mariana.

Desde que os anúncios começaram, Mariana já recebeu diversas ligações de pessoas afirmando ter visto o cão. "Falaram-me que o viram na Avenida Pedro Taques, perto da G-10, na Avenida Itororó, no bairro Novo Horizonte, fui a todos esses lugares, mas até agora nada", lamenta.

Quem tiver informações sobre o paradeiro do bichinho pode ligar para qualquer um desses números: (44) 99111339 / (44) 99827493 / (44) 32637110 ou entrar em contato com Mariana pela página pessoal dela no Facebook.

A ONG Anjos dos Animais de Maringá também tem uma página no Facebook onde há diversas fotos de animais perdidos e para doação em Maringá.

Participe e comente