A reportagem de O Diário teve acesso a alguns áudios apresentados como prova ao Poder Judiciário, como conversas de funcionários favorecendo pessoas na execução de serviços e falas do secretário de Serviços Urbanos, Vagner Mússio, com funcionários, sobre serviços realizados pela Secretaria.

O juiz da 2ª Vara Criminal de Maringá, Devanir Manchini, determinou o afastamento de Mussio e de outros três servidores da Prefeitura de Maringá que foram denunciados pelo Ministério Público pelos crimes de corrupção ativa e passiva, peculato, prevaricação e condescendência criminosa.

A denúncia faz parte da Operação Quebra Galho, aberta pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) para investigar irregularidades nos serviços de corte e poda de árvores no município de Maringá.

Entre as provas levantadas pelo Gaeco que levaram a denúncia que resultou no afastamento do secretário, estão interceptações telefônicas feitas com autorização judicial.

Ouça algumas das conversas gravadas pelo Gaeco:

[audio]http://src.odiario.com/Audio/2011/10/20/132937131.mp3[/audio]

Outro lado

Ouça a entrevista do secretário Vagner Mússio à Rádio Cultura AM 1390 kHz:

[audio]http://src.odiario.com/Audio/2011/10/19/160921369.mp3[/audio]

Participe e comente