A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Zona Norte já está atendendo em tempo integral. O atendimento 24 horas, antes restrito ao Pronto Atendimento (PA) da Criança, agora está disponível para todos os casos de urgência e emergência durante os sete dias da semana.

Reativada em 2008, a UPA da Zona Norte recebeu investimentos de R$ 3,5 milhões e está instalada em um prédio com mais de 1,1 mil metros quadrados. Até a semana passada, a unidade atendia apenas no plantão noturno.

André Renato/PMM

UPA, que atendia apenas em plantão noturno, agora tem atendimento 24 horas

"Assim como o UPA Zona Sul, a UPA 24 Horas Zona Norte vai ampliar o serviço de referência para essa região da cidade, atendendo os pacientes encaminhados pelas Unidades Básicas e a demanda espontânea", explica o secretário da Saúde, Antônio Carlos Nardi.

O secretário destaca ainda que Maringá é o único município do Brasil com menos de 500 mil habitantes a contar com duas UPAs 24 Horas - a primeira foi a da Zona Sul, inaugurada em março de 2012.

As UPAs 24 horas foram criadas pelo Ministério da Saúde para serem a porta de entrada das urgências e emergência, eliminando a lacuna entre a atenção básica e os serviços de emergência. Segundo o Ministério da Saúde de cada 100 pessoas atendidas nas UPAs, 97 tem o problema solucionado sem necessidade de novo encaminhamento. Apenas três vão para um serviço especializado.

Zona Norte
A UPA 24 Horas Zona Norte conta com oito médicos, 12 profissionais de enfermagem, mais de 60 técnicos e auxiliares de enfermagem, dois farmacêuticos e cinco auxiliares de farmácia, psicólogo, assistente social e equipe de apoio.

Além de consultas médicas em pediatria, clínica geral e coleta de exames, a UPA 24 Horas Zona Norte realiza os procedimentos de PA: curativo, suturas, inalação, administração de medicamentos (via oral e injetáveis), administração de vacinas, atendimentos de enfermagem, lavagem e acondicionamento de materiais para esterilização; dispensação de medicamentos mediante prescrição médica para uso interno; acolhimento com avaliação e classificação de risco; serviço referenciado de assistente social e farmacêutico; e RX.

 

VEJA TAMBÉM


Participe e comente