Um acidente na Avenida Colombo, na noite de quinta-feira (20), provocou a morte de um motociclista. Jânio Malaquias Stevan, de 48 anos, colidiu na traseira de um carro, que fugiu do local sem prestar socorro.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a veracidade dos relatos de testemunhas sobre o acidente ainda precisam ser apuradas, mas, o que se sabe até o momento, é que a vítima pilotava uma Honda CG Titan com placas de Maringá e que colidiu na traseira de um segundo veículo, ainda não identificado, caindo da moto em seguida.

Segundo o Corpo de Bombeiros, Stevan teve traumatismo crânio-encefálico (TCE) e fraturou o pescoço. A equipe do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) tentou fazer a reanimação da vítima, mas as lesões eram muito graves e ela não resistiu.

Falta de socorro

O posto da PRF mais próximo de Maringá é o de Marialva. A equipe de plantão foi comunicada sobre o acidente às 21h10. Já o Corpo de Bombeiros, só foi acionado por volta das 21h25. “Se o motorista [do carro] tivesse parado para prestar socorro, talvez as chances de sobrevivência da vítima fossem maiores. As pessoas têm que pensar nisso também, quando acontece um acidente”, alerta a policial rodoviária federal Meire Colombari.

A PRF continua trabalhando para identificar o condutor do veículo envolvido no acidente e esclarecer o que provocou o acidente.

Contagem

Essa é a 16ª pessoa a morrer em decorrência de acidentes de trânsito em Maringá, em 2017, segundo levantamento do jornal O Diário. No ano passado, até o dia 20 de abril, também haviam sido registradas 16 mortes.

 

Reprodução/ André Almenara
Motociclista caiu da moto após colidir em outro veículo e teve lesões graves

Participe e comente