Um aditivo que estende em três meses o prazo para entrega do Terminal Intermodal de Maringá foi publicado no Diário Oficial de Maringá neste mês. De acordo com a Prefeitura, o aumento no prazo já era previsto, já que as obras chegaram a ficar paralisadas, após a descoberta de problemas encontrados no projeto da construção. Com isso, o novo prazo para a entrega pela construtora ficou para fevereiro de 2019.

Segundo o chefe de gabinete da Prefeitura, Domingos Trevizan, o tempo adicional corresponde ao tempo em que a obra ficou parada no início deste ano, para que fosse feita a análise e correção do erro na fundação. "A fundação tinha sido projetada para 18 metros de profundidade [distância até onde haveria rochas], mas o espaço era de 33 metros [até chegar onde, efetivamente, havia rochas]. É como se fossem construir uma rodovia daqui até Londrina, mas só tivesse projeto para 50 quilômetros. Daqui até lá são 98 quilômetros", exemplifica.

Assim que o prefeito Ulisses Maia assumiu a gestão, neste ano, ele montou um grupo para analisar a obra do terminal intermodal e, na época, disse que o projeto estava atrasado e que as correções de erros no projeto custariam em torno de R$ 3 milhões. Na avaliação inicial, o prazo para entrega da obra, que terminaria no final deste ano e custaria R$ 24,3 milhões, foi estendido para novembro de 2018. Com o acréscimo do tempo correspondente à paralisação das obras, também foi necessário ampliar a previsão de custos em mais R$ 1,9 milhões.

Participe e comente