A Secretaria de Inovação e Desenvolvimento Econômico (Seide) quer ampliar a participação da sociedade para a definir as políticas que estimulam a micro e pequena empresa. Uma das ações é a atualização da lei que estabelece a prerrogativa deliberativa de segmentos não governamentais que contam apenas com o poder consultivo no comitê gestor. Atualmente apenas o poder público tem o direito para deliberar.

Reuniões são realizadas para definir a atualização da lei, visando facilitar a abertura e formalização de microempreendedores. "Nosso objetivo é o de oferecer ao microempreendedor ações que fortalecem ainda mais o associativismo, acesso à justiça, inovação e outros benefícios", destacou a agente de Desenvolvimento da Seide, Cássia Mendonça.

Além de secretarias municipais e da Universidade Estadual de Maringá (UEM), o comitê conta com representantes do Sebrae, Associação das Micro e Pequenas Empresas de Maringá e Região (Micromar), Associação Profissional das Empresas de Serviços Contábeis (Sescap), Sindicato dos Contabilistas de Maringá (Sincontábil), Unicesumar, ACIM, entre outras entidades.

Para estimular o micro e pequeno empresário, a Seide mantém a Sala do Empreendedor oferecendo atendimento ao público com orientações para formalização de negócios, declaração de impostos, palestras e cursos de capacitação nas diversas áreas como administração, propaganda e marketing. A Seide também disponibiliza aos microempreendedores diversas linhas de crédito de financiamento em parceria com a Fomento Paraná, com taxas mais acessíveis para investimento fixo e capital de giro.

Participe e comente