A estiagem em Maringá completa 24 dias nesta quarta-feira (13), conforme o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar). O último dia em que a cidade registrou precipitação foi em 20 de agosto, quando choveu 33 milímetros.

Sem chuva e com a temperatura nas alturas, a umidade relativa do ar tem ficado em torno de 20% nos últimos dias, índice considerado estado de atenção, já que a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é de que o valor se mantenha acima de 60%.

Ainda estamos no inverno, mas nessa terça-feira (13), a estação registrou recorde de calor em Maringá, com os termômetros atingindo 35,4ºC. No ano passado, nesse período, a temperatura máxima alcançou 34,7ºC.

O tempo deve permanecer seco nos próximos dias. Segundo Alejandro Jacobsen, meteorologista do Simepar, o clima atual é decorrente de bloqueios atmosféricos sucessivos, que impedem a ocorrência de chuva, principalmente no norte do Estado.

Em agosto, a média de precipitação é de 66,8 milímetros e, neste ano, choveu 124,6 mm durante o mês. Já no ano passado, choveu 152,6mm no período. Em setembro, o mês costuma ser mais chuvoso, com média de 110,1 mm, no entanto, até agora, não houve uma gota d'água.

A estiagem deve ter fim em 22 de setembro, conforme prevê o Simepar. A data coincide com o começo da primavera, quando uma frente fria deve passar pelo Paraná.

Foto: Suely Sanches (Reprodução/Maringá em Fotos)


Participe e comente