Feriado, festas, sol e calor: a combinação perfeita para o carnaval brasileiro. Nesta época, a venda de bebidas em geral aumenta cerca de 30% em relação ao mês anterior, segundo o gerente de compras do setor de bebidas da Rede de Supermercados Covabra, Claudecir Franzini. Ele também destaca que as cervejas são líderes isoladas no consumo. "O perfil do brasileiro quanto ao consumo de bebidas tem se diversificado, porém as cervejas ainda correspondem à maior fatia na procura por bebidas durante o carnaval. Estimamos um aumento de 12% com relação às vendas do ano passado".

Além das cervejas convencionais, o Covabra tem um portfólio de rótulos artesanais e também comercializa outras linhas de fermentados e bebidas destiladas. Algumas opções podem ser utilizadas para criar os drinks que vão bombar no carnaval deste ano. Confira três sugestões.

GIMLET

No final do século 19, o General Sir Thomas D. Gimlette, médico da marinha inglesa, servia este drink como forma de induzir seus convidados a ingerirem suco de limão, importante fonte de vitamina C, cuja deficiência facilita o aparecimento do escorbuto, doença da época.

Como fazer: você vai precisar de 2½ doses de Gim,
½ dose de suco de limão, ½ dose de xarope simples de açúcar ou melado de cana para abrasileirar a mistura.
Coloque todos os ingredientes numa coqueteleira, complete com gelo, agite bem e sirva em uma taça de Martini decorada com a casca do limão.

MOSCOW MULE

Clássico dos anos 1950, o coquetel ajudou a popularizar o consumo de vodca nos Estados Unidos e no Canadá. O seu nome, algo como mula de Moscou, é uma referência ao efeito que o destilado de origem russa, cujo teor alcoólico varia de 35% a 60%, costuma causar em seus bebedores.

Como fazer: use 100 ml de vodca, 50ml de suco de limão, 1 colher de sopa de açúcar, 1 lata de cerveja pilsen com 1 fatia de 1 cm de gengibre macerado, gelo e 1 pedaço de limão para decorar. Encha o copo com o gelo, acrescente a vodca, o açúcar e o suco de limão. Complete com a cerveja de gengibre, mexa e sirva em uma caneca de cobre.

APEROL SPRITZ

Especula-se que tenha sido inventado no século 19 em Vêneto, na Itália, durante o período da dominação austríaca. Como os soldados austríacos não gostavam do sabor dos vinhos italianos, altamente alcoólicos na época, pediam sempre um pouco de água ou de bitter – Spritzen (borrifar, em alemão) – para misturar com o vinho. A receita difundiu-se no começo do século 20, com a chegada do Aperol em 1919.

Como fazer: vai precisar de 40 ml de Aperol, 80 ml de espumante, 20 ml de água com gás, 1 fatia de laranja. Em uma taça, coloque um pouco de gelo e em seguida o Aperol, o espumante e a água com gás. Mexa bem e sirva decorado com uma fatia de laranja.


Participe e comente