MP investiga "luzinhas"
A matéria publicada na manchete e na página A3 da edição de sábado, 12 de maio, desse O Diário, sob o título "MP abre nova investigação sobre decoração de Natal", reflete o que eu venho afirmando desde o início do ano passado pelas redes sociais e por e-mail a diversos membros da comunidade maringaense de que a administração Ulisses/Scabora é a administração do pão e circo. Não fez uma obra sequer, a cidade está abandonada (é impressionando a quantidade de cocô de cachorro nas calçadas), e a administração gastando R$ 1,49 milhões em luzinhas que nada trazem de benefício para a população. Cortina de fumaça para esconder a incompetência e irregularidades. De parabéns o O Diário pela publicação da matéria, enquanto que os blogueiros amigos do peito do prefeito e CCs na prefeitura elogiam (R$) a administração. O MP tem que investigar à fundo, não só essa, mas várias outras licitações duvidosas da atual administração.
José Marcos Baddini

Investigação 1
É inacreditável o que está acontendo na prefeitura. Compras e serviços sem licitação, empenhos etc. O pessoal responsável dizer que a empresa estava colocando a iluminação por conta deles, só quem acredita em Papai Noel mesmo. Notas fiscais canceladas, me parece que a prefeitura está igual a casa da Maria Joana. É triste para os maringaenses que acreditavam numa mudança na maneira de administrar nossa cidade. O prefeito teria que vir a público e explicar o episódio. Ainda bem que temos o Observatorio Social, senão seria o caos. E aquilo que eles não conseguem ter acesso? "MP investiga licitação de Natal", página 3, 12/5/2018.
João Aparecido da Silva

 

Investigação 2
Enquanto isso a fila de exames já deve estar chegando em Apucarana porque estou com três pedidos agendados mas sair que é bom, nada! (Facebook)
Joselina Santana

Investigação 3
Enquanto isso... fila nas creches, indústria das multas, coleta seletiva que não chega nas cooperativas, obras paradas no terminal, licitações suspensas pelo MP... É, tem alguma coisa muito errada nessa administração municipal! (Facebook)
Dayane Alencar

Investigação 4
Até eu que sou leigo, percebi que nesse último Natal tinha coisas de errado.
Felipe Vido

Morte do peão 1
Se é um esporte, o touro foi campeão. Mas isso nada mais é que tortura. (Facebook)
Rafaela Flávia

Morte do peão 2
Assumiu o risco de tentar subjulgar um animal. (Facebook)
Fábio Henrique Molin

Morte do peão 3
Isso não é esporte ou espetáculo. O animal não tem culpa com o que o ser humano faz cruelmente com ele. As pessoas precisam entender que cada um vive feliz no seu lugar. Lugar dos animais não é sofrer e ser torturado na mão de pessoas maldosas, eles sofrem também. "Cowboy sofre pisão de touro e morre durante apresentação na Expoingá", (Facebook).
Cynara Gardin Germiniano

Morte do peão 4
Essa tortura que chamam de rodeio tinha que ser proibida! (Facebook)
Grazielli Baticioto

Morte do peão 5
Desde 1970 acompanho as festividades da Sociedade rural de Maringá, realizada no Parque de Exposições Francisco Feio Ribeiro. Este ano foi o primeiro trágico acidente mortal acontecido com este peão de rodeio de Minas Gerais. Pergunto: neste mundo que valor o ser humano tem? Para alguns, momentos como esses o que está em jogo valendo são fama e cachês gordos. Para outros são grandes somas de dinheiro. Ainda pergunto: será que passou pela cabeça de alguém em parar com a festa de rodeio apenas por um dia em respeito ao peão falecido? Me parece que isto não aconteceu. O que sabemos é que este caso terá dois caminhos: vai para o esquecimento ou ficará na história dos 71 anos de nossa querida Maringá. Infelizmente.
Manoel Bibiano dos Santos


Participe e comente