O vereador Odair Fogueteiro (PHS) defende a criação de pontos cobertos para mototaxistas em Maringá. A proposta foi aprovada por unanimidade na sessão de ontem (12), em primeira discussão. A mudança estabelece que "a administração municipal implante os pontos livres, com cobertura, para o estacionamento dos veículos que prestam o serviço", expressa. O projeto deverá ser discutido novamente na sessão de amanhã, e se aprovado novamente, será encaminhado para análise da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) e possível sansão do Executivo.

A sugestão do parlamentar é que a prefeitura crie cerca de 15 a 20 pontos cobertos em diversos locais da cidade, como bairros afastados, comercialmente movimentados, zona central e também nos distritos. Estes locais deverão ser devidamente sinalizados para fácil identificação dos usuários. "Os taxistas têm pontos cobertos, os ônibus também. As coberturas abrigariam os profissionais do ramo da chuva e facilitaria o acesso para as pessoas, contribuindo com a qualidade na mobilidade urbana", argumenta.

Muitos mototaxistas atuam diretamente com agências, mas também tem aqueles regulamentados que trabalham de forma independente. "Queremos uma melhor estrutura que beneficia os dois lados: usuários e mototaxistas. A proposta atende justamente uma solicitação deles", relata.

A categoria comemora. Para o proprietário de uma empresa do ramo, Eduardo Vieira, da Mototaxi Aliança, a ideia vem para complementar o serviço que já é prestado na cidade. "É um benefício geral. Os motoqueiros terão onde se abrigar quando estiveram na rua e poderão atender com mais facilidade a população interessada", comenta.

Uilson Matias, mototaxista que trabalha por conta própria, sem ligação com uma empresa, também aprova a medida. "Isso vai ajudar bastante a gente que trabalha de forma independente. Espero que se concretize", destaca.

O jornal procurou o Sindimoto (Sindicato dos Trabalhadores Autônomos e Empregados nos Serviços de Transporte de Peso e Pequenas Cargas Mediante Utilização de Motocicletas e Motonetas de Maringá e Região Noroeste) para se posicionar sobre o assunto, mas não conseguimos contato com nenhum representante.


PROTEÇÃO DA CHUVA. Os pontos cobertos para os mototaxistas deverão ser instalados na zona central, bairros e demais áreas de competência do município, se o projeto for aprovado . — JOÃO PAULO SANTOS


Participe e comente