A apresentação da carteira de vacinação passa a ser obrigatória na rede pública e privada de ensino no Paraná. A medida vale para os 399 municípios do estado, para crianças e adolescentes até 18 anos o ato da matrícula da educação infantil, ensino fundamental e ensino médio. A obrigatoriedade está prevista na lei de nº 19.534/2018 .De acordo com a lei, sancionada no dia 4 de junho, a carteira de vacinação deverá estar atualizada, conforme as disposições do Ministério da Saúde e da Secretaria de Saúde. Só será dispensado da vacinação obrigatória o estudante que apresentar atestado médico de contraindicação explícita da aplicação da vacina. A gerente de epidemiologia da Secretaria de Saúde, Jussara Titato, explica que é fundamental manter a vacinação em dia. "A lei ajudará aos pais e responsáveis para que fiquem atentos e mantenham todas as vacinas obrigatórias, conforme solicita os calendários de vacinação da criança e do adolescente. A imunização é muito importante e evita proliferação de doenças", disse. A constatação da falta de alguma das vacinas consideradas obrigatórias não impossibilitará a matrícula, porém a situação deverá ser regularizada no prazo máximo de 30 dias./// Da Redação

Participe e comente