O motociclista seguia para o trabalho na rodovia BR-376, quando foi baleado. A princípio as testemunhas entenderam que seria um acidente de trânsito e chamaram o socorro. A Viapar atendeu a chamada e no local constatou que a vítima já estava morta e por ferimentos de arma de fogo.

O rapaz era de Mandaguaçu e trabalhava em Iguatemi como encarregado de um hortifrúti. Ele fazia o trajeto normal para o trabalho, às 6 da manhã, quando no trajeto de Mandaguaçu para Iguatemi foi baleado na cabeça e peito por seis tiros.

Não se sabe o que exatamente aconteceu, apenas que o rapaz foi cercado por um ou mais pessoas e baleado.

O corpo foi levado para o IML de Maringá. O motociclista deixa viúva.



Participe e comente