O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) I e II atende, atualmente, cerca de 300 famílias que sofreram algum tipo de violência (física, psicológica, sexual, cumprimento de medidas socioeducativas em meio aberto, abandono e vítimas de negligência), em Maringá. As unidades, da Secretaria de Assistência Social e Cidadania (Sasc), atuam com equipes multiprofissionais, formadas por psicólogos, assistentes sociais e educadores de base.

São acompanhadas crianças de 0 a 12 anos, adolescentes de 12 a 18, idosos a partir de 60 anos, pessoas com deficiências ou transtornos mentais e qualquer adulto que tenha sofrido alguma discriminação por gênero, cor ou orientação sexual.

A coordenadora do Creas I, Franciane Mantovani, explica que os centros não atendem apenas o indivíduo, e sim a família. Com isso, o número de pacientes atendidos é grande, já que há famílias com cinco pessoas em média, por exemplo. "Nosso foco é a família. Fazemos um planejamento de atendimento que envolve todos os familiares para tratamento em conjunto", diz.

O tempo de acompanhamento depende da demanda de cada família. Existem famílias que são atendidas por anos e outras por alguns meses. "São feitas entrevistas psicossociais para que a equipe conheça as famílias, entenda as demandas, os encaminhamentos que devem ser feitos e os cuidados necessários", destaca Franciane.

Ela também explica que são realizadas visitas domiciliares, pensando na proteção e bem-estar da vítima. No primeiro semestre deste ano, foram registradas cerca de 495 visitas domiciliares pelo Creas I e 500 pelo Creas II.

Denúncias

Em casos de violência, a denúncia deve ser feita pelo telefone da Ouvidoria Municipal (156), ou para o disque denúncia estadual (181) ou para a Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos (100). A coordenadora do Creas I, Franciane, esclarece que esses meios possuem profissionais qualificados para receber informações e prestar orientações. ///PMM

SERVIÇO
Creas I, funcionamento das 8h às 17h, Rua Furtado de Mendonça, 613, Zona 3
Telefone: (44) 3011-1042
Creas II, funcionamento das 8h às 17h, Rua Caracas, 110, esquina com Pedro Taques
Telefone: (44) 3901-1167


Participe e comente