• Jardim japonês já está 70% concluído

  • Luiz Fernando Cardoso

Uma das principais atrações do Parque do Japão, o jardim japonês já está cerca de 70% concluído. A informação é da nova diretoria do parque, que assumiu em março e terá o desafio de prosseguir com os trabalhos e concluir a obra. "É um projeto que depende do empenho de toda a comunidade. Temos de abraçar a causa para conclui-lo", comentou o presidente eleito, Massayoshi Siraishi.

Douglas Marçal

Quando estiver pronto, o jardim japonês de Maringá terá área de 52 mil metros quadrados, passando a ser o maior de toda a América Latina

Embora ainda não esteja finalizado, o jardim já pode ser considerado o maior  da América Latina. Com 52 mil metros quadrados, quando estiver pronto, terá mais do que o dobro do jardim japonês de Buenos Aires, na Argentina, considerado atualmente o maior, com 25 mil metros quadrados.

O 2º vice-presidente do Parque do Japão, João Noma, diz que o jardim ajudará a projetar o parque no cenário nacional. "Queremos que o Parque do Japão seja referência não só para Maringá, mas para todo o Brasil".

Para atingir esse objetivo, a direção do Parque do Japão decidiu ampliar a participação da sociedade nos trabalhos, criando um conselho deliberativo formado, inicialmente, por 23 empresários da cidade. "Sinto-me lisonjeado pelo convite", disse o diretor-presidente do Grupo O Diário, Franklin Vieira da Silva, ao aceitar o convite. A posse da nova diretoria será nesta semana.

A gerente de projetos do Parque do Japão, Mary Cristina Fugou, explica que o principal objetivo dos conselheiros será viabilizar os trabalhos do conselho administrativo. "Os conselheiros ajudarão também a fazer com que o parque não seja da Acema, do prefeito ou de uma ou outra pessoa, mas que de toda a cidade", diz Mary.

A diretoria calcula que, desde o início dos trabalhos, o parque já recebeu R$ 7 milhões em doações. A última delas foi um lote de aparelhos eletrônicos apreendido pela Receita Federal. A venda dos produtos será por meio de bazar, na próxima sexta-feira, na Associação Cultural e Esportiva de Maringá (Acema), para ajudar nos custos com a folha de pagamento dos funcionários do Parque do Japão.

Quem desejar contribuir com o parque, segundo Mary, pode fazer doações, através de projetos aprovados pelas leis de incentivo fiscal, em função das características da declaração de imposto de renda, ou mesmo participando de eventos desenvolvidos pela entidade como colaborador ou patrocinador. Trabalhos voluntários no cuidado do jardim, acrescenta a gerente de projetos, também são bem-vindos.

Douglas Marçal

Franklin Vieira da Silva, Massayoshi Siraishi, João Noma e Mary Cristina Fugou: trabalho em conjunto

História

O marco zero da construção do Parque do Japão, diz Mary, foi a visita do prefeito de Maringá, Silvio Barros (PP), à cidade Kakogawa, no Japão. "O prefeito levou a Kakogawa a proposta de Maringá prestar uma homenagem ao Japão", lembra.

Um dos elementos de maior destaque no parque é o

torô (luminária)

A investida agradou e, desde então, o governo japonês já enviou cinco comitivas e um técnico para garantir que o jardim japonês de Maringá tivesse características semelhantes aos jardins japoneses de lá.

Hoje, além do jardim, o Parque do Japão conta com um ginásio de esportes para prática de artes marciais e o centro de recepção de visitantes, ambos inaugurados. Terá também, em breve, centro de eventos e restaurante.

O Parque do Japão ainda vai levar alguns meses para ser concluído, mas Mary não tem dúvidas de que ele já é um espaço para todos os maringaenses.

"Temos uma grande procura para fotos de books, catálogos e noivos", conta. Ano passado a jardim japonês viu sua primeira florada das cerejeiras japonesas (sakuras) e, em 2011, a expectativa é de que as árvores encantem novamente os visitantes.

Informações
3901-1937 é o telefone para agendamento de visitas. O parque abre de segunda a sexta (9h às 16h).

 

Nova diretoria

Conselho Administrativo
Massayoshi Siraishi (presidente), Afonso Akioshi Shiozaki (1º vice-presidente), João Noma (2º vice-presidente), Katsutoshi Osato (3º vice-presidente), Toshikatu Gondo (1º tesoureiro), Marco Aurélio Gonçalves (2º tesoureiro), Dirceu Herrero Gomes (1º secretário) e Miguel Iwamoto (2º secretário). Marcos Kenjii Fujisawa (diretor de Manutenção e obras), Claudio Haruo Mukai (vice-diretor), Dirceu Herrero Gomes (diretor de Marketing e Eventos), Sergio Takao Sato (vice-diretor), Vicente Romagnole (diretor de Manutenção, Fauna, Flora e Paisagismo), Eduardo Temiziro Suzuki (vice-diretor), Nelson Katsushigue Matsuda (diretor-administrativo), Claudio Isamu Suzuki (vice-diretor), Jorge Morais dos Santos Alves (diretor de Assuntos de Meio Ambiente), Paulino Mexia (vice-diretor), Yara Sue Kaway van Linschoten Linchtowen (diretora de Desenvolvimento e Turismo), Sandra Zunega (vice-diretora), José Gomes Ferreira (diretor jurídico), Ana Paula Geroti (vice-diretora), Valter Ken Kitanishi (diretor de Desenvolvimento Cultural) e Marcos Antonio Valencio (vice-diretor).

Conselho Fiscal
Kioshi Yano, Carlos Alberto dos Santos e Jefferson Nogaroli.

Conselho Deliberativo
Miguel Iwamoto, Luiz Fernando Ferraz, Adilson Emir Santos, Shudo Yasunaga, Kenji Ueta, Motoo Kanada, Mituo Catuyama, Jorge Ueda Kubota, Luis Hiloshi Nishimori, Mario Hossokawa, Wilson Tomio Yabiku, Ulisses Maia, Atsushi Yoshii, Franklin Vieira da Silva, Ariovaldo Costa Paulo, Carlos Alberto Tavares Cardoso, Wilson de Matos Silva, Rony Cezar Guimaraes, Fernando José Rezende, Jorge Yasunaka, Kensaku Noda,Russio Jo Takahashi e Luiz Ajita.

O portal odiario.com reserva-se o direito de não publicar comentários de conteúdo difamatório, calunioso e ofensivo. Os comentários não autorizados ficarão visíveis somente para os contatos/amigos da rede social do autor.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Shopping

Anuncie nos classificados de O Diário

Pague com:

Loterias

  • Números sorteados
  • 8
  • 18
  • 21
  • 31
  • 37
  • 38

Publicidade

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal odiario.com não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria com odiario.com para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato pelo e-mail parceria@odiario.com.

odiario.com 2010 © Todos os direitos reservados à Editora Central Ltda - odiario.com é um parceiro do IG Regionais.