SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O chanceler dos Emirados Árabes Unidos, Abdullah bin Zayed al-Nahyan, inaugura nesta terça-feira (21), às 17h, o consulado do país em São Paulo.

A cerimônia, que deverá contar com a presença do prefeito João Doria (PSDB), vai marcar a abertura da primeira representação diplomática dos Emirados Árabes no Brasil fora de Brasília.

O país do Oriente Médio tem se tornado um importante parceiro comercial do Brasil. Entre 2000 e 2016, o intercâmbio comercial cresceu 785%, alcançando US$ 2,6 bilhões no ano passado -o superávit foi de US$ 1,9 bilhão para o Brasil, o sexto saldo mais positivo do país.

No mês passado, Doria viajou a Dubai e Abu Dhabi, as duas principais cidades dos Emirados Árabes Unidos, onde tentou convencer investidores árabes a participar de um programa de desestatização com 55 lotes em São Paulo, incluindo o autódromo de Interlagos, o Anhembi e o Ibirapuera.

Segundo o Itamaraty, os investimentos dos Emirados Árabes no Brasil somam cerca de US$ 5 bilhões. No sentido inverso, mais de 30 empresas brasileiras possuem escritórios no país árabe, utilizado por elas como plataforma para exportações a outras nações da região.

Participe e comente