O ex-diretor de comunicação da Casa Branca Anthony Scaramucci afirmou que pessoas dentro do governo estão tentando se livrar do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Em entrevista à rede de TV americana ABC News, Scaramucci falou pela primeira vez depois de ter ficado apenas dez dias no cargo. "O presidente não é um representante do establishment político. Então, por qualquer motivo, as pessoas tomaram uma decisão de que querem expulsá-lo do cargo", disse.

Para Scaramucci, há elementos dentro de Washington e dentro da Casa Branca que não necessariamente são do interesse de Trump. O ex-diretor de comunicações, no entanto, não quis citar nomes, mas ressaltou que Trump precisa de pessoas mais leais a ele para implementar seus projetos.

Após trabalhar no Goldman Sachs e abrir sua própria gestora de recursos, Scaramucci se juntou à equipe de Trump, mas deixou o cargo dez dias depois de ser nomeado. A causa da demissão seria um suposto embate com o novo chefe de gabinete da Casa Branca, John Kelly. Além disso, uma gravação de Scaramucci atacando diretamente o ex-chefe de gabinete Reince Priebus caiu na internet, além de terem sido gravados insultos ao estrategista do governo, Steve Bannon.


Participe e comente