As Forças Armadas da Rússia afirmaram nesta terça-feira que as tropas da Síria retomaram cerca de 85% do território disputado com militantes. Trata-se de uma grande reação, dois anos após os russos intervirem no conflito a favor do regime do presidente Bashar al-Assad.

A Rússia fornece cobertura aérea para as tropas de Assad desde 2015 na luta contra militantes do Estado Islâmico. O general russo Alexander Lapin disse, porém, que o governo sírio ainda precisa retirar militantes de cerca de 27 mil quilômetros quadrados do país.

As tropas sírias têm também apoio de combatentes do Irã e nas últimas semanas conseguiram expulsar militantes do Estado Islâmico da província de Homs, no centro do país, perto da fronteira com o Líbano. Fonte: Associated Press.

Participe e comente