Uma enorme estátua de Cristo instalada na capital peruana foi danificada neste sábado por um incêndio, dias antes da chegada do Papa Francisco ao país sul-americano. A imagem foi doada pela construtora Odebrecht, que está no centro do maior escândalo de corrupção da América Latina.

Os peruanos descobriram nesta manhã que praticamente toda a parte de trás da estátua, que tem os olhos voltados para o Oceano Pacífico, estava carbonizada.

Um porta-voz dos bombeiros disse à RPP Notícias que duas dúzias de bombeiros atenderam ao chamado para combater o incêndio e que as autoridades trabalhavam com a teoria de que incidente no "Cristo do Pacífico" foi proposital.

Entretanto, a polícia local informou mais tarde à agência de notícias Andina que um curto-circuito nos cabos elétricos instalados para a iluminação da estátua, devido a umidade do local, teria provocado o incêndio. "A segurança policial para a visita do Papa está garantida", disse coronel Manuel Rivera.

A estátua de 21 metros foi doada pela Odebrecht em 2011, e para muitos peruanos se tornou uma amarga lembrança das manobras ilegais da companhia para atrair e subornar altos oficiais em troca de lucrativos contratos públicos.

Em janeiro de 2017, vândalos cobriram a estátua com mensagens como "Fora Odebrecht". Fonte: Associated Press.


Participe e comente