Um bebê foi raptado, nesta quarta-feira (11), horas depois do seu nascimento, da maternidade do Hospital da Providência, em Apucarana (Norte do Paraná, 64 km de Maringá). O crime ocorreu por volta das 20h30, quando uma mulher, se passando por enfermeira, tirou o menino da mãe alegando que iria fazer o "exame do pezinho".

De acordo com o sargento Daniel Rodrigo de Souza, da Polícia Militar de Apucarana, por volta das 22h, familiares estranharam a demora da suposta enfermeira em retornar com a criança. Eles avisaram o hospital, que afirmou não ter agendado nenhum exame.

:NoticiasRelacionadas:

Havia três pessoas no quarto quando a falsa enfermeira pegou o bebê. De acordo com testemunhas, ela é baixa, gorda, com cabelo castanho, liso, na altura do ombro e morena.

Policiais trabalharam durante toda a noite para encontrar a suspeita, mas ela não foi encontrada. "Pedimos a ajuda da sociedade. Quem tiver alguma notícia, entrar em contato imediatamente", pede o sargento Rodrigo. Os telefones de contato são 0800-6431161 (Disque Denúncia anônimo do Batalhão da PM de Apucarana) ou ainda pelo 190 e 197.

De acordo com a PM, a mãe da criança ainda está hospitalizada e passou a noite sedada.

O menino é branco, com cabelo escuro, e pesa cerca de cinco quilos.

O Serviço de Investigação de Crianças Desaparecidas (Sicridi) e a Divisão Policial do Interior (DPI) foram avisadas. Policiais de toda a região estão alerta para encontrar a acusada.

A direção do hospital confirmou o rapto do bebê na noite desta quarta-feira. As informações foram repassadas para a Polícia Civil, que está investigando a situação. O hospital não quis comentar como se dá a entrada de pessoas dentro da instituição e a identificação dos funcionários.

Participe e comente